Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

Busca avançada

Instruções aos Revisores

RECOMENDAÇÕES AOS REVISORES

I. Utilizando o sistema de gestão de publicações (SGP): Para emitir seu parecer pelo SGP, inicialmente digite o seu login e senha no local apropriado localizado no alto da primeira página da home-page do jornal. Quando entrar no sistema clique com o mouse na opção REVISOR. Na página seguinte clique em PENDENTE AO REVISOR. Em seguida acesse o conteúdo da pasta verde. Nesta pasta você terá acesso ao artigo em pdf e HTML. Caso decida por revê-lo, clique em PREENCHER PARECER, mesmo que não vá fazê-lo de imediato. Esse passo é importante para a Secretária tomar conhecimento do seu aceite. Caso não possa rever o manuscrito, clique em DEVOLVER O ARTIGO. Desse modo, poderemos procurar outra pessoa para substituí-lo. Quando concluir o seu parecer não esqueça de clicar todas as páginas até a última mensagem ENVIAR PARA O EDITOR.

 

II. Efetuando a revisão: No intuito de padronizar a qualidade das revisões dos artigos submetidos ao Jornal Brasileiro de Pneumologia, sugerimos que na análise do manuscrito sob sua responsabilidade esteja atento aos seguintes pontos:

 

  1. Procure adotar um caráter didático: ainda que alguns artigos submetidos ao jornal possam ser considerados como de qualidade questionável, a adoção de um padrão excessivamente alto de exigências pode levar a rejeições de artigos desnecessárias. Além disso, muitos trabalhos têm conteúdo até que razoável, embora, com certa freqüência, sejam apenas mal escritos. Portanto, sugerimos que seja dada prioridade a sugestões que possam melhorar a qualidade do trabalho, ao invés de críticas incisivas demais.

  2. Atenção aos aspectos metodológicos e à análise estatística: já tivemos a oportunidade de sermos alertados por colegas de erros metodológicos graves e análises estatísticas impróprias em artigos prestes a serem impressos ou mesmo já publicados. Naturalmente que a detecção de um problema dessa natureza é muito grave e torna-se difícil, ou mesmo impossível, para o editor fazer alguma coisa nesse ponto. Desse modo enfatizamos a necessidade da análise crítica desses aspectos. Como todos nós, com freqüência, temos dúvidas em assuntos dessa natureza, as questões surgidas poderão ser enviadas ao editor-chefe no email do jornal. Procuraremos então enviá-las para um assessor especializado em epidemiologia e estatística para análise. Posteriormente essa opinião será enviada de volta para o revisor considerá-la em seu parecer final.

  3. Respeito às normas de publicação da revista: é fundamental que o jornal siga a padronização estipulada por ele mesmo. Os revisores deverão também analisar questões de aspecto formal, sendo as mais importantes:
    1. Resumo: deverá ser estruturado com Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusões nos artigos originais. Não será estruturado nos artigos de revisão e relatos de caso.O Resumo não deve exceder 250 palavras.
    2. Tamanho do texto: excluídas as referências e os resumos, o texto dos artigos originais não deve exceder 3000 palavras, o de revisões 5000 palavras e o de relatos de caso 1500 palavras.
    3. Número de figuras e tabelas: artigos originais não devem ter um número total de tabelas e figuras superior a cinco, enquanto em artigos de revisão esse número não deve exceder oito. Em relatos de caso esse número não deve exceder três. Para séries de casos a regra será a mesma dos artigos originais.
    4. Citação de referências: o Jornal adota o sistema de citação de referências por numeração em ordem de entrada. Os nomes dos autores das referências só deverão constar no corpo do artigo em situações excepcionais. Como boa parte dos artigos derivam de teses, esse é um problema recorrente: a tendência a citar o nome dos autores de artigos previamente publicados. Por favor, quando isso ocorrer recomendem a correção.
    5. Número de referências bibliográficas: em artigos originais o limite é 30; em artigos de revisão o limite é 60, e para relatos de caso o limite é 20.
    6. Modo de digitação das referências: O Jornal conta atualmente com a colaboração de bibliotecárias que fazem a correção das referências bibliográficas. Porém, é bom ter em mente que seguimos as regras de Vancouver para as citações, as quais foram recentemente revisadas para incluir também os fascículos.
    7. Quaisquer dúvidas quanto aos aspectos formais da revista podem ser esclarecidas ao final de qualquer fascículo no item Instruções aos Autores. Esse arquivo também pode ser baixado da homepage do jornal no endereço www.jornaldepneumologia.com.br/portugues/ojbp_normas.asp.

 


III. Leitura adicional : Caso esteja interessado em informações adicionais de como efetuar a revisão de um artigo científico, abra o arquivo em pdf anexado que contém o artigo: “How I review an original scientific article”, cujo autor é Frederic G Hoppin Jr., o qual foi publicado em Am J Respir Crit Care Med, 166: 1019-1023, 2002.

 

 Arquivo PDF para download

 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1