Brazilian Journal of Pulmonology

ISSN (on-line): 1806-3756 | ISSN (printed): 1806-3713

SBPT

Publication continuous and bimonthly

SCImago Journal & Country Rank
Advanced Search

 

Current Issue: 2003 - Volume 29 - Number 2 (March/April)

ORIGINAL ARTICLE

Mortality due to pneumoconioses in macro regions of Brazil in the 1979-1998 period

Mortalidade por pneumoconioses nas macrorregiões do Brasil no período de 1979-1998

 

Hermano Albuquerque de Castro; Genésio Vicentin; Kellen Cristina Xavier Pereira

 

Abstract

Pneumoconioses make up a group of lung diseases related to exposure to mineral dusts in work environments. This is a public health problem as such diseases could have already been eradicated in Brazil with the use of control measures in such environments. The aim in this paper was to map the distribution of deaths due to pneumoconioses in the different Brazilian geographical areas and states through an ecological survey carried out among the working population older than 15 years. The preliminary results of this investigation in the Brazilian macro regions in the period from 1979 to 1998 are presented. This study used mortality data from the Mortality Information System of Datasus - Data Processing Department of the Unified Health System, including codes from International Classification of Diseases (ICD) 9 and ICD 10. The results showed an increase of the coefficient of deaths due to pneumoconioses per 1 million inhabitants per year throughout this period. The shift from ICD 9 to ICD 10 showed an increase in the frequency of deaths, which was twice as high. As a conclusion, the coefficients of deaths due to pneumoconiosis does not describe this problem adequately, thus obscuring the transcendence and magnitude of the disease. To obtain more representative indicators it is necessary to know the population really exposed and the territorial distribution of the disease.

 

Resumo

As pneumoconioses representam um conjunto de doenças pulmonares relacionadas à exposição às poeiras minerais nos ambientes de trabalho. Constituem um problema de saúde pública, visto que poderia ser uma doença já erradicada em nosso meio com o uso de medidas de controle nesses ambientes. O objetivo deste trabalho foi realizar um mapeamento da distribuição de mortalidade das pneumoconioses nas regiões geográficas e nos Estados da Federação brasileira através de um estudo ecológico que utilizou como denominador a população ativa acima de 15 anos. Apresenta-se o resultado preliminar dessa investigação nas macrorregiões referente ao período de 1979 a 1998. Utilizou-se a informação de mortalidade do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), incluindo-se os códigos da Classificação Internacional de Doenças (CID) 9 e da CID 10. Verificou-se tendência crescente do coeficiente de mortalidade por penumoconioses/um milhão habitantes/ano ao longo do período estudado. A transição da CID 9 para a CID 10 mostrou elevação na freqüência dos óbitos, que duplicaram. Concluímos que os valores dos coeficientes de mortalidade por pneumoconioses não refletem adequadamente o problema, ofuscando a transcendência e magnitude da doença. Torna-se necessário o conhecimento da população efetivamente exposta e a localização territorial para a obtenção de indicadores mais representativos.

 

 

 

No content registered.

 

 


The Brazilian Journal of Pulmonology is indexed in:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Support

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretariat of the Brazilian Journal of Pulmonology
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2019 - Brazilian Thoracic Association

Logo GN1