Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

SCImago Journal & Country Rank
Busca avançada

Ano 1999 - Volume 25  - Número 6  (Novembro/Dezembro)






Editorial

1 - O redescobrimento luso-brasileiro

Maria João Marques Gomes, Francisco Elmano Marques de Souza, Renato Soto-Mayor, Luiz Carlos Corrêa da Silva, Antônio Ramalho de Almeida, Bruno Carlos Palombini

J Bras Pneumol.1999;25(6):5-

PDF PT


Artigo Original

2 - Ensaio clínico, aberto, controlado sobre a adição de brometo de ipratrópio ao fenoterol no tratamento da crise de asma em adultos

Open, controlled clinical assay of the addition of ipratropium bromide to fenoterol in the treatment of acute asthma crisis in adults

Solange Diccini, Clystenes Odyr Soares Silva, Jorge Nakatani, Carlos Alberto de Castro Pereira

J Bras Pneumol.1999;25(6):301-308

Resumo PDF PT English Text

No tratamento da crise de asma, empregam-se doses repetidas de drogas β2-agonistas por via inalatória. O efeito da adição do brometo de ipratrópio (BI) ao β2-agonista é controverso em adultos. Objetivo: Avaliar se adição de BI ao fenoterol, em tratamentos inalatórios repetidos, induz a maior broncodilatação, com reversibilidade da crise e alta da emergência em pacientes em crise grave de asma. Local do estudo: Serviço de Pronto-Atendimento de Pneumologia, Disciplina de Pneumologia da Unifesp-Hospital São Paulo, no período de julho de 1995 a fevereiro de 1997. Tipo de estudo: Aberto, randomizado, paralelo. Alta da emergência determinada pelo VEF1 e PFE ≥ 60% do previsto. Casuística e métodos: Cento e vinte pacientes em crise de asma foram divididos em dois grupos (N = 60): fenoterol (F) e brometo de ipratrópio + fenoterol (BIF) com VEF1 e PFE ≤ 50% do previsto. Cada grupo recebeu três tratamentos inalatórios, através de nebulímetro e câmara de expansão, administrados em intervalos de 30 minutos. No grupo F foram administrados 4 jatos de fenoterol (400mcg) e no grupo BIF, 160mcg de BI e 400mcg de fenoterol (4 jatos). Resultados: A média (± DP) do PFE basal (F = 36 ± 7% vs. BIF = 35 ± 9% previsto) e do VEF1 basal (F = 33 ± 9% vs. BIF = 32 ± 9%). Trinta e dois pacientes no grupo F e 33 pacientes no grupo BIF tiveram alta após tratamentos inalatórios. O VEF1 e PFE ao final dos tratamentos inalatórios foram, respectivamente, F = 60 ± 13% vs. BIF = 61 ± 11% e F = 74 ± 18% vs. BIF = 77 ± 13% (NS). Conclusão: A adição de brometo de ipratrópio ao fenoterol resulta em efeito funcional insignificante e sem impacto clínico no tratamento da crise de asma em adultos.

 


Palavras-chave: Fenoterol. N-isopropilatropina. Estado asmático. Terapia respiratória.

 

Aprimoramento

3 - Adequação dos descritores em Ciências da Saúde para a indexação de dissertações acadêmicas, na área de doenças respiratórias

Suitability of Health Science key words for indexing master's degree theses and dissertations in the area of respiratory diseases

J Bras Pneumol.1999;25(6):

Resumo PDF PT English Text

Introdução: O processo de indexação consiste em duas fases: primeira, identificar e representar o conteúdo intelectual de um documento; segunda, traduzir a análise do assunto para uma linguagem específica, utilizando descritores. Na biblioteca do Instituto de Doenças do Tórax da UFRJ, a indexação era realizada por meio de um vocabulário controlado - DeCS (Descritores em Ciências da Saúde). O objetivo deste trabalho foi verificar se são adequados, para indexação, os descritores empregados pelos autores de teses e dissertações de mestrado, na área de doenças respiratórias. Método: Os descritores de 29 teses e dissertações de mestrado em Tisiologia e Pneumologia, de 1990 a 1996, foram estudados. Resultados: A coleta de dados evidenciou que 29 autores empregaram 101 descritores (3,48 descritores/autor). Dos 101 descritores, 47 (47%) eram adequados. Conclusão: Quarenta e sete por cento dos descritores empregados, nas teses e dissertações do Curso de Mestrado em Tisiologia e Pneumologia do IDT-UFRJ (1990 a 1996), são adequados segundo o DeCS.

 


Palavras-chave: Resumos e indexação. Descritores. Dissertações acadêmicas.

 

Artigo Original

4 - Tabagismo e etilismo em funcionários da Universidade Estadual do Ceará

Smoking and alcohol drinking practices among employees of Universidade Estadual do Ceará

Maria Olganê Dantas Sabry, Helena Alves de Carvalho Sampaio, Marcelo Gurgel Carlos da Silva

J Bras Pneumol.1999;25(6):313-320

Resumo PDF PT English Text

O presente estudo pretendeu identificar os hábitos de tabagismo e etilismo de funcionários da Universidade Estadual do Ceará, em Fortaleza. O estudo abrangeu 317 funcionários. Aplicou-se um questionário contendo dados de identificação, socioeconômicos e referentes ao tabagismo e etilismo, que foram tabulados e analisados pelo Epi-Info 6.0. O grupo entrevistado foi constituído de 157 homens e 160 mulheres, com faixa etária predominante de 30-49 anos e alta escolaridade. A renda familiar para 146 funcionários situou-se na faixa igual ou superior a 10 salários mínimos mensais. Declararam-se fumantes 83 funcionários, observando-se maior prevalência no sexo masculino (56). Em média, o consumo de cigarros foi de 12,3/dia e tal atividade era exercida havia 23,2 anos. Quanto ao etilismo, 183 indivíduos ingeriam bebida alcóolica, também encontrando-se maior prevalência nos homens. A freqüência do consumo foi principalmente em fins de semana ou raramente. A bebida mais citada foi a cerveja - 96, seguida pela aguardente de cana - 20 pessoas. O consumo médio diário de etanol foi de 29,9g. Os consumidores simultâneos de tabaco e álcool foram eminentemente do sexo masculino. A escolaridade e a renda foram maiores nas mulheres exclusivamente fumantes e a renda foi maior entre as exclusivamente etilistas. Apesar de as prevalências de tabagismo e etilismo encontradas não terem sido elevadas, ainda configuram um risco para doenças crônico-degenerativas, principalmente quanto à quantidade de etanol ingerida pelos homens, devendo haver aprofundamento do estudo em relação à associação com outras diferentes variáveis ambientais.

 


Palavras-chave: Tabagismo. Alcoolismo. Trabalhadores. Universidades.

 

Aprimoramento

5 - Curso de epidemiologia básica para pneumologistas - 4ª parte - Epidemiologia clínica

Ana M.B. Menezes, Iná da S. dos Santos

J Bras Pneumol.1999;25(6):321-326

PDF PT


Artigo de Revisão

7 - Curvas de complacência ou curvas pressão-volume na insuficiência respiratória aguda

Compliance curves or pressure-volume curves in acute respiratory failure

Silvia Regina Rios Vieira

J Bras Pneumol.1999;25(6):335-339

Resumo PDF PT English Text

O objetivo do presente trabalho é revisar o uso das curvas de complacência ou curvas pressão-volume (P-V) de pacientes com insuficiência respiratória aguda (IRA) - lesão pulmonar aguda ou acute lung injury (ALI) e síndrome da angústia respiratória aguda (SARA). Foram revisados os principais trabalhos publicados na literatura em língua inglesa, localizados por pesquisa via Medline, que abordavam o uso das curvas P-V na IRA. Idealmente as curvas P-V devem ser realizadas em pacientes com IRA visando uma monitorização e um manejo mais adequado dos mesmos a partir dos dados por elas fornecidos: ponto de inflexão inferior (Pinf), ponto de inflexão superior (Psup) e complacência estática. Todos os métodos disponíveis para a obtenção das mesmas (superseringa, oclusões inspiratórias e fluxo contínuo) são similares desde que fluxos contínuos baixos sejam utilizados e sejam tomados cuidados que permitam o esvaziamento pulmonar antes de realizar as curvas, evitando o surgimento de PEEP (pressão expiratória final positiva) intrínseca. Com estes cuidados o fluxo contínuo torna-se um método simples, não dispendioso, seguro e confiável, para realizar curvas P-V à beira do leito, facilitando a monitorização dos pacientes com IRA.

 


Palavras-chave: Lesão pulmonar aguda. Síndrome da angústia respiratória aguda.

 

Relato de Caso

8 - Embolia pulmonar decorrente de coriocarcinoma metastático com apresentação atípica

Pulmonary embolism resulting from metastatic choriocarcinoma with atypical presentation: report of a case

Teresa de Jesus Jhayya, Andreia Luisa Simões Francisco, Clystenes Odyr Soares Silva, Rimarcs G. Ferreira

J Bras Pneumol.1999;25(6):340-342

Resumo PDF PT English Text

É apresentado o caso de uma paciente de 36 anos, com coriocarcinoma metastático pulmonar com apresentação clínica e radiológica atípica. O achado de hipertensão pulmonar indicou a possibilidade de tromboembolia pulmonar; todavia, o diagnóstico definitivo e causa da embolia pulmonar foram dados na autópsia. Discutem-se as formas de apresentação das metástases do coriocarcinoma, sua repercussão e o período de latência que pode existir até evidenciar a neoplasia.

 


Palavras-chave: Coriocarcinoma. Embolia pulmonar.

 

9 - Carcinoma adenóide cístico de traquéia: tratamento pela laringotráqueo-esofagectomia e traqueostomia mediastinal

Adenoid cystic carcinoma of the trachea: treatment by removing the larynx, trachea, and esophagus, and mediastinal tracheostomy

Manoel Ximenes Netto, Gutemberg F. Rego, André L.a. Carvalho, Hélcio L. Miziara

J Bras Pneumol.1999;25(6):343-346

Resumo PDF PT English Text

Os autores descrevem o caso de uma paciente de 54 anos de idade com carcinoma adenóide cístico de traquéia ao nível da cricóide, na qual foi realizada ressecção extensa, incluindo a laringe, parte da traquéia e esôfago. A reconstrução do trato digestivo foi através do tubo gástrico e a via aérea pela construção de uma traqueostomia mediastinal. Cinco anos mais tarde foi removida uma recorrência tumoral cutânea no pescoço. Sete anos depois do procedimento original, foi notada nova recorrência no mediastino, que respondeu à irradiação. A paciente encontra-se muito bem atualmente, oito anos e cinco meses após o procedimento.

 


Palavras-chave: Traquéia. Neoplasma. Carcinoma adenóide cístico.

 

10 - Pseudo-hemoptise por leishmaniose

Pseudohemoptysis caused by leishmaniasis

Saulo Maia D'Avila Melo, João Carlos Todt Neto, Leila Caroline Faria de Andrade

J Bras Pneumol.1999;25(6):347-350

Resumo PDF PT English Text

É apresentado caso de leishmaniose tegumentar americana (LTA) acometendo a mucosa da laringe que, dentre as manifestações clínicas iniciais, apresentou pseudo-hemoptise, levando ao diagnóstico e tratamento errôneo de tuberculose pulmonar. A confirmação etiológica foi estabelecida através de estudo histopatológico. A localização primária na laringe é relativamente rara. É muito importante a experiência do broncoscopista em vias aéreas superiores para fazer diagnóstico exato.

 


Palavras-chave: Leishmaniose. Hemoptise.

 

 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1