Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

Busca avançada

Ano 2000 - Volume 26  - Número 5  (Setembro/Outubro)






Artigo Original

1 - Estudo comparativo de critérios para o diagnóstico de tuberculose em crianças atendidas em centro de saúde

Comparative study of criteria for the diagnosis of tuberculosis in children seen in a health care center

Márcia Nogueira Carreira, Clemax Couto Sant'Anna

J Bras Pneumol.2000;26(5):219-226

Resumo PDF PT English Text

Panorama geral: Considerando a dificuldade de estabelecer o diagnóstico de tuberculose na infância, estudaram-se três critérios diagnósticos publicados na literatura nos últimos 20 anos, avaliando suas sensibilidades, especificidades e acurácias. Casuística e métodos: Prospectivamente, foram avaliadas 94 crianças de zero a 15 anos, comunicantes intradomiciliares de adultos tuberculosos bacilíferos, no Centro Municipal de Saúde de Duque de Caxias, RJ. Os critérios estudados foram os de Kenneth Jones, descritos por Stegen et al.(1), da Organização Mundial da Saúde (OMS)(2) e de Keith Edwards relatados por Crofton et al.(3). Resultados: Dos critérios estudados, os de Keith Edwards foram os que mostraram maior sensibilidade e especificidade, alcançando, respectivamente, 84% e 97%. Os critérios da OMS mostraram especificidade de 100%; no entanto, sua sensibilidade foi zero. Os critérios de Kenneth Jones alcançaram sensibilidade de 56% e especificidade de 94%. Conclusões: Em regiões carentes, como a localidade deste estudo, onde são necessárias condutas de fácil operacionalização, os critérios estudados mostraram-se adequados para captação de casos de tuberculose entre crianças comunicantes de tuberculosos. Dos três, os de Keith Edwards foram mais úteis, embora possam ser recomendadas algumas modificações para melhor adaptação ao nosso meio.

 


Palavras-chave: Tuberculose, diagnóstico. Criança. Centros comunitários de saúde.

 

2 - Fatores prognósticos em fibrose pulmonar idiopática

Prognostic factors in idiopathic pulmonary fibrosis

Adalberto Sperb Rubin, José da Silva Moreira, Nelson da Silva Porto, Klaus Loureiro Irion, Rafael Franco Moreira, Bruno Ssheidt

J Bras Pneumol.2000;26(5):227-234

Resumo PDF PT English Text

Com o objetivo de avaliar quais fatores prognósticos são significativos na sobrevida de pacientes com fibrose pulmonar idiopática (FPI), foram estudados 117 casos com comprovação histológica da doença, internados no Pavilhão Pereira Filho entre 1970 e 1996. Todos os pacientes realizaram radiologia convencional de tórax, espirometria e preencheram um questionário padronizado no momento da internação. Foram também realizados medida da difusão (34 casos), capacidade pulmonar total (28), gasometria (106), lavado broncoalveolar (39), provas reumatismais (45) e tomografia computadorizada de tórax (24). Para uma análise mais específica, os pacientes foram dividos em dois grupos: grupo A (sobrevida até dois anos) - 55 pacientes e grupo B (sobrevida maior que cinco anos) - 24 pacientes, sendo estas características também analisadas de acordo com a significância em relação à sobrevida. Foram considerados fatores indicativos de pior prognóstico a idade avançada, a duração prolongada de sintomas, a gravidade da dispnéia, a redução da CVF, da DCO, da PaO2 e da SaO2, a intensidade do faveolamento e o grau de profusão do padrão reticular na TCAR. Estiveram também associados à menor sobrevida os valores menores de VEF1 e CPT. A utilização destes critérios de gravidade que apresentaram significância estatística, quando utilizados em conjunto, pode determinar uma avaliação prognóstica mais apurada em pacientes portadores de FPI, com implicações terapêuticas e sociais relevantes para seu manejo e acompanhamento.

 


Palavras-chave: Fibrose pulmonar. Doenças pulmonares intersticiais. Prognósticos. Estudos prospectivos. Análise de sobrevida.

 

3 - O retratamento da tuberculose no município do Recife, 1997: uma abordagem epidemiológica

Repeated treatment of tuberculosis in the city of Recife, 1997: an epidemiological approach

Hermira Maria Amorim Campos, Maria de Fátima Militão de Albuquerque, Antônio Roberto Leite Campelo, Wayner Souza, Ana M. Brito

J Bras Pneumol.2000;26(5):235-240

Resumo PDF PT English Text

Objetivo: Este estudo descreve as características e analisa o acompanhamento de casos de retratamento ocorridos em residentes no município do Recife, no ano de 1997, com o objetivo de avaliar a importância deste grupo de doentes para a vigilância da tuberculose nos sistemas locais de saúde. Casuística e métodos: Foi realizado um estudo transversal com uma amostra de 240 casos de retratamento que representaram 16,2% dos casos de tuberculose notificados à Secretaria Estadual de Saúde do Estado de Pernambuco, em 1997. Resultados: O abandono do tratamento anterior foi o principal motivo para o retratamento (55,8%), seguido por casos de recidiva da doença (39,2%). Os doentes eram predominantemente do sexo masculino, com idade entre 30 e 49 anos, com baixa ou nenhuma escolaridade, e apresentavam um predomínio da forma pulmonar. Chama a atenção que 42,7% dos casos de retratamento tinham história de dois ou mais tratamentos anteriores. Em relação ao desfecho do retratamento, 52,5% dos casos apresentaram resultado desfavorável. Entre estes, 44,2% dos indivíduos abandonaram o esquema terapêutico e 39,6% deles fizeram-no até o primeiro mês. Os casos que voltaram a tratar-se após recidiva apresentaram maior percentual de desfecho favorável de retratamento (64%) quando comparados com os casos que voltaram a tratar-se após falência ou abandono do tratamento anterior e esta diferença foi estatisticamente significante (χ2 = 19,55; p < 0,01). Entre os casos da forma pulmonar de tuberculose, 27,1% reiniciaram a quimioterapia sem realizar a pesquisa do bacilo de Koch no escarro e apenas 5% realizaram cultivo com teste de sensibilidade. Encontrou-se ainda que 30,2% dos casos voltaram a tratar-se apenas com as drogas do esquema I. Conclusões: Os resultados encontrados apontam para a necessidade de implementar as atividades de assistência e seguimento dos casos de retratamento de tuberculose, de forma rotineira, no âmbito dos serviços de saúde. O tratamento com drogas adequadas e o acompanhamento dos doentes até a cura são métodos simples e baratos para prevenir o aparecimento de cepas de bacilos resistentes às drogas. Devem, portanto, ser entendidos como estratégias de fortalecimento do sistema de vigilância epidemiológica à tuberculose no nível local.

 


Palavras-chave: Tuberculose. Tuberculose pulmonar. Retratamento.

 

4 - Tamponamento cardíaco tardio traumático: análise de cinco casos

Traumatic late cardiac tamponade: analysis of five cases

Fernando Luiz Westphal, Luiz Carlos de Lima, Badwan Abdel Jaber

J Bras Pneumol.2000;26(5):

Resumo PDF PT English Text

São analisados cinco casos de tamponamento cardíaco tardio traumático. Os pacientes eram masculinos, idade média de 26,2 anos, vítimas de ferimento por arma branca em região precordial, área de Ziedler, sendo admitidos em centro de referência para trauma. Foram classificados pelo índice fisiológico de Ivatury para trauma cardíaco e inicialmente tratados por pleurotomia intercostal e reposição volêmica, com estabilização do quadro hemodinâmico e respiratório. Os pacientes foram readmitidos após intervalo de oito a 24 dias (mediana de 20 dias), agora no serviço de cirurgia torácica de um hospital de referência terciária, com sinais de tamponamento cardíaco. Os exames diagnósticos confirmaram derrame pericárdico com espessamento pericárdico associado a encarceramento de base pulmonar esquerdo em quatro casos, os quais foram abordados por toracotomia póstero-lateral, com realização de pericardiectomia parcial e descorticação pulmonar. Um paciente evoluiu com pericardite purulenta, comprovada por exames complementares, e foi submetido à drenagem pericárdica subxifóidea. Ocorreu arritmia pós-operatória em um paciente; os demais evoluíram sem complicações pós-operatórias ou recidiva do tamponamento.

 


Palavras-chave: Tamponamento cardíaco. Ferimento penetrante. Traumatismos torácicos. Diagnóstico.

 

5 - Avaliação ambiental e epidemiológica do trabalhador da indústria de fertilizantes de Rio Grande, RS

Environmental and epidemiological evaluation of workers of the fertilizer industry of Rio Grande, RS

Maura Dumont Hüttner, José da Silva Moreira

J Bras Pneumol.2000;26(5):245-253

Resumo PDF PT English Text

As doenças pulmonares ocupacionais constituem um importante e grave problema de saúde pública. Com o objetivo de contribuir para o conhecimento dos riscos da exposição associada à produção de fertilizantes, realizou-se estudo ambiental e epidemiológico, transversal, com trabalhadores desse setor, em Rio Grande, RS. Foi aplicado questionário da ATS-DLD-78, realizado estudo da função pulmonar através de espirometria e radiografia torácica em 413 funcionários, sendo 305 expostos e 108 não expostos. Os trabalhadores expostos eram todos do sexo masculino, 74,1% com escolaridade primária completa ou incompleta, com média de idade de 38 anos (± 7,6) e tempo médio de exposição de 11,8 anos (± 6,7). Quanto ao tabagismo, 126 (41,3%) eram fumantes, 76 (24,9%) ex-fumantes e 103 (33,8%) não fumantes. Os trabalhadores expostos foram divididos em quatro setores de trabalho em função dos riscos específicos de sua exposição ocupacional. A avaliação ambiental mostrou a presença de sílica livre, fluoretos e amônia gasosos, em concentrações acima dos limites de tolerância. Detectaram-se 30,5% de trabalhadores expostos com tosse, 14,7% com tosse crônica, 8,5% com bronquite crônica, 43,3% com rinite e 35,4% com conjuntivite. Após o ajuste para tabagismo, através de análise multivariada, manteve-se a significância para a tosse como um todo, para rinite e conjuntivite. Nos indivíduos expostos não foram encontradas alterações radiográficas compatíveis com pneumoconiose e a maioria deles apresentou provas de função pulmonar normais, não diferentes dos controles.

 


Palavras-chave: Epidemiologia. Pneumopatias. Doenças respiratórias. Doenças ocupacionais. Indústria de fertilizantes. Avaliação. Meio ambiente.

 

Artigo de Revisão

6 - Ambientes climatizados, portaria 3.523 de 28/8/98 do Ministério da Saúde e padrões de qualidade do ar de interiores do Brasil

Indoor air quality, Act 3,523 of the Ministry of Health and Brazilian standards for biological indoor air contaminants

Paulo Pinto Gontijo Filho, Carlos Roberto Menezes Silva, Afrânio Lineu Kritski

J Bras Pneumol.2000;26(5):254-258

Resumo PDF PT English Text

O artigo analisa criticamente a portaria 3.523 de 28/8/98 do Ministério da Saúde, com ênfase na questão dos contaminantes do ar e suas conseqüências para a saúde em ambientes climatizados. É feita, ainda, uma revisão concisa sobre as infecções hospitalares e as áreas hospitalares em que a transmissão por via aerógena pode ser importante, sendo necessários sistemas de ventilação especial. Os padrões de partículas, mais precisamente os biológicos, são considerados de forma detalhada, destacando-se os contaminantes microbianos mais comuns, as diferenças entre países dos Hemisférios Norte e Sul e as questões relativas à metodologia utilizada em sua análise. Conclui-se que não há, no momento, elementos para uma definição de padrões de partículas biológicas no país.

 


Palavras-chave: Poluentes ambientais do ar. Ar condicionado. Normas de qualidade do ar. Poluição do ar em ambientes fechados. Brasil.

 

Relato de Caso

7 - Sarcoidose pediátrica: relato de caso

Pediatric sarcoidosis: case report

Fabrício Piccoli Fortuna, Gilberto Bueno Fischer

J Bras Pneumol.2000;26(5):259-262

Resumo PDF PT English Text

Relata-se um caso típico de sarcoidose pediátrica com apresentação de doença granulomatosa pulmonar e acometimento sistêmico, revisando aspectos clínicos, diagnósticos e particularidades da apresentação da doença nesta faixa etária, com ênfase na freqüentemente difícil diferenciação com a tuberculose.

 


Palavras-chave: Sarcoidose. Sarcoidose pulmonar. Pneumopatias.

 

8 - Hemopneumotórax espontâneo: uma rara entidade clínica

Spontaneous hemopneumothorax: a rare clinical entity

Márcia Thomson, Eduardo Sahão, João Carlos Thomson

J Bras Pneumol.2000;26(5):263-265

Resumo PDF PT English Text

Hemopneumotórax espontâneo com sangramento intenso é considerado uma rara complicação do pneumotórax espontâneo. São apresentados dois casos com história aguda de dor torácica e dispnéia, tendo a radiografia de tórax revelado pneumotórax com nível líquido. Os dois casos foram drenados e evoluíram com sangramento, sendo submetidos à toracotomia exploradora. Em um caso foi encontrado vaso anômalo da artéria subclávia direita e, no outro caso, sangramento das aderências rompidas. Ambos os casos tiveram boa evolução no pós-operatório.

 


Palavras-chave: Pneumotórax. Ruptura espontânea. Hemopneumotórax.

 

9 - Enfisema lobar congênito diagnosticado em paciente adulta

Congenital lobar emphysema diagnosed in an adult patient

Antônio S. Porto, Evandro M.S. Magalhães, Michele M. Coppini, Viviane P. Freitas

J Bras Pneumol.2000;26(5):266-268

Resumo PDF PT English Text

O enfisema lobar congênito é uma doença na qual as manifestações clínicas, quase sempre, aparecem nos primeiros seis meses de idade. Neste relato, os primeiros sintomas surgiram em uma paciente de 20 anos, quando desenvolveu um pneumotórax espontâneo, acontecimentos esses excepcionais. São revistas as possíveis etiologias dessa malformação congênita pulmonar e são justificadas as razões para a manutenção do tratamento conservador.

 


Palavras-chave: Enfisema pulmonar. Pneumotórax. Anormalidades. Adulto.

 

10 - Associação de carcinoma broncogênico com síndrome de Pancoast e síndrome da imunodeficiência adquirida

Association of bronchogenic carcinoma with Pancoast's syndrome and acquired immunodeficiency syndrome

A.C. Frohlich, D. Chiesa, M. Ronsani, L.A. Henn, S.S. Menna Barreto

J Bras Pneumol.2000;26(5):269-272

Resumo PDF PT English Text

É relatado o caso de um paciente portador da síndrome de Pancoast associada à síndrome da imunodeficiência adquirida. Esta apresentação é rara, visto que os tumores mais freqüentemente associados à SIDA são o sarcoma de Kaposi e o linfoma não-Hodgkin. O paciente, com passado de uso de drogas injetáveis, internou-se para investigação de massa em ápice pulmonar, com presença de síndrome de Pancoast, sendo solicitado anti-HIV, com resultado positivo, e tendo sido feito diagnóstico de Ca brônquico não-pequenas células.

 


Palavras-chave: Síndrome de Pancoast. HIV. Carcinoma broncogênico. Neoplasia pulmonar. Síndrome da imunodeficiência adquirida.

 

Cartas ao Editor

13 - Metodologia de pesquisa da pneumonia adquirida na comunidade

Maria Bernadete Fernandes Chedid

J Bras Pneumol.2000;26(5):273-276

PDF PT


 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1