Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

Busca avançada

Ano 2002 - Volume 28  - Número 4  (Julho/Agosto)






Artigo Original

1 - Seqüestro pulmonar: uma série de nove casos operados

Pulmonary sequestration: a series of nine cases operated on

Paulo M. Pêgo-Fernandes, Cibele Hasmann Freire, Fabio Biscegli Jatene, Ricardo Beyruti, Francisco Vargas Suso, Sérgio Almeida de Oliveira

J Bras Pneumol.2002;28(4):175-179

Resumo PDF PT English Text

Seqüestro pulmonar é uma anomalia congênita que envolve parênquima e vascularização pulmonar e apresenta-se como extralobar ou intralobar. Objetivo: Descrever os casos de seqüestro pulmonar tratados no InCor e Hospital das Clínicas da FMUSP no período de 1987 a 1996. Método: Análise retrospectiva dos prontuários. Resultados: Foram tratados nove pacientes, sendo quatro mulheres e cinco homens; duas crianças e sete adultos. Infecção respiratória de repetição e hemoptise foram achados clínicos freqüentes nesses pacientes. Todos os casos eram intralobares. A principal localização foi no lobo inferior esquerdo (66%). Apenas um diagnóstico foi intra-operatório. Nos outros oito casos, o diagnóstico foi suspeitado pela radiografia de tórax (100%) e confirmado pela arteriografia (77%) e/ou tomografia computadorizada (66%). Lobectomia (77%) foi o principal tratamento cirúrgico, com baixa morbidade pós-operatória e sem mortalidade. Exame anatomopatológico foi realizado em sete casos e confirmou a doença. Conclusões: O seqüestro pulmonar é uma entidade incomum, em que a tomografia computadorizada e a arteriografia são os exames que mais informações oferecem para um diagnóstico definitivo e seguro. A ressecção do tecido envolvido leva a excelentes resultados.

 


2 - Análise da utilização do Questionário de Tolerância de Fagerström (QTF) como instrumento de medida da dependência nicotínica

Analysis of the use of the Fagerström Tolerance Questionnaire as an instrument to measure nicotine dependence

Luis Suárez Halty, Maura Dumont Hüttner, Isabel Cristina de Oliveira Netto, Valéria A. dos Santos, Grasiele Martins

J Bras Pneumol.2002;28(4):180-186

Resumo PDF PT English Text

Introdução: O Hospital Universitário é referência na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, para pneumopatas crônicos, sendo importante a existência de um programa para cessação do fumo. Objetivos: Analisar a utilização do Questionário de Tolerância de Fagerström como instrumento de medida da magnitude da dependência nicotínica do paciente tabagista e obter subsídios para planejar a conduta terapêutica mais adequada. Material e método: Aplicação do Questionário de Tolerância de Fagerström em pacientes adultos fumantes regulares, dos setores de Clínica Médica e Pneumologia do Hospital Universitário e Santa Casa de Rio Grande durante o período de 12 meses. Foram preenchidos 301 questionários válidos, sendo 40,5% dos entrevistados do sexo feminino e 59,5% do masculino. A média de idade dos participantes foi de 48,6 anos. Conforme a pontuação obtida com o questionário, os pacientes foram classificados segundo sua dependência nicotínica em cinco graus: muito baixa, baixa, média, elevada e muito elevada. Resultados: 54,9% dos fumantes pertenciam ao Grupo de Elevada Dependência Nicotínica (³ 6 pontos). Foi encontrada associação entre elevada dependência nicotínica e consumo diário de cigarros ou tempo até o fumar o primeiro cigarro do dia (p < 0,001). Conclusão: A utilização do Questionário de Tolerância de Fagerström mostrou ser de aplicação simples, rápida e de baixo custo, e permitiu identificar mais de 50% dos pacientes com um grau de dependência nicotínica que faz prever desconforto ao deixar de fumar e necessidade de tratamento para controle da síndrome de abstinência.

 


3 - Resultado do tratamento da tuberculose com estreptomicina, isoniazida e etambutol (esquema SHM)

Results of tuberculosis treatment with streptomycin, isoniazid, and ethambutol (scheme SHM)

Pedro Dornelles Picon, Maria de Lourdes Della Giustina, Carlos Fernando Carvalho Rizzon, Sérgio Luiz Bassanesi, Ana Paula Zanardo, Matheus Truccolo Michalczuk, Letícia Rebolho Dei Ricardi

J Bras Pneumol.2002;28(4):187-192

Resumo PDF PT English Text

Objetivo: Avaliar o desempenho do esquema SHM (estreptomicina, isoniazida e etambutol), na rotina de trabalho de uma unidade ambulatorial de tratamento da tuberculose. Método: Setenta e oito pacientes tuberculosos, cujo tratamento prévio com o esquema RHZ (seis meses de rifampicina, isoniazida e pirazinamida) teve de ser interrompido devido a efeitos adversos, ou que não puderam receber o esquema RHZ por serem de alto risco para hepatotoxicidade a esse esquema, foram tratados ambulatorialmente com o esquema de 12 meses de SHM, de 1986 a 1994, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Resultados: Em três pacientes houve necessidade de troca de esquema por toxicidade (3,8%). Nos 75 restantes observaram-se 58 curas (77,3%), oito abandonos (10,7%), cinco falências (6,7%) e quatro óbitos (5,3%). A taxa teórica de cura, que é o percentual de cura entre os bacilíferos que fizeram tratamento regular, foi de 95,3%. Reações adversas ocorreram em 32 pacientes (41%), sendo as mais freqüentes as manifestações de dano vestibular, em 18 (23,1%). Esses resultados foram comparados com os obtidos no mesmo ambulatório com o esquema de 12 meses de RHM (rifampicina, isoniazida e etambutol) e de seis meses de RHZ. Conclusão: O esquema SHM pode ser recomendado como alternativa para o tratamento da tuberculose quando o esquema RHZ não pode ser indicado.

 


4 - Educação de pacientes com asma: atuação do enfermeiro

Education of the asthmatic patient: the nursing approach

Ana Rita de Cássia Bettencourt, Maria Alenita de Oliveira, Ana Luisa Godoy Fernandes, Miguel Bogossian

J Bras Pneumol.2002;28(4):193-200

Resumo PDF PT English Text

Introdução: Programas de educação em asma levam a melhor controle da asma e são uma das recomendações dos consensos. Os programas devem incluir uma enfermeira no grupo educacional que aplicará o programa estruturado. A proposta da intervenção é mudar a vida diária do paciente e sua família e melhorar o controle da doença e qualidade de vida. Objetivo: Padronizar e aplicar um modelo estruturado de pós-consulta, como parte de atendimento multidisciplinar dentro de um programa educativo para pacientes asmáticos em um ambulatório de um hospital público e acompanhamento das mudanças no conhecimento da asma e qualidade de vida. Método: Estudo longitudinal, prospectivo, com duração de seis meses, realizado no ambulatório de Pneumologia do Hospital São Paulo (Unifesp/EPM), dentro de um programa de educação para pacientes asmáticos, em que foram agendadas seis consultas, com intervalo de quatro semanas, com os seguintes temas: o que é asma, medicações de alívio e prevenção, diário de sintomas e escore de dispnéia, uso correto do aerossol, discussão dos fatores desencadeantes e profilaxia, e também reconhecer os sinais de descontrole da asma. Um modelo padronizado do questionário de conhecimentos sobre asma e outro sobre qualidade de vida foram aplicados no início, durante e no final do estudo. Resultados: 26 asmáticos foram acompanhados por seis meses e mostraram melhora significante na identificação dos problemas relacionados ao manejo da asma, como também nos índices de qualidade de vida. Conclusão: O modelo de atendimento, como também as técnicas de treinamento, foram adequadas e úteis no desenvolvimento de um programa educativo estruturado para pacientes asmáticos.

 


Artigo de Revisão

5 - Requisitos mínimos para o laudo de anatomia patológica em câncer de pulmão: justificativas na patogênese

Minimum requirements for the anatomopathological report in lung cancer: justifications in the pathogenesis

Vera Luiza Capelozzi, Alexandre Muxfeldt Ab'Saber, Alecsander Guillamon Pereira da Silva, Célia Petrossi Gallo, Fernando Brandão

J Bras Pneumol.2002;28(4):201-218

Resumo PDF PT English Text

O pulmão é uma fonte de grande número de espécimens citológicos e histológicos. Destes espécimens o patologista deverá emitir um diagnóstico, tendo, dessa forma, importante papel no estabelecimento do estadiamento clínico e patológico. A prioridade do patologista na avaliação de um tumor pulmonar, para fazer um diagnóstico histológico específico, reside na avaliação do espécimen histológico; contudo, pode ser acompanhada de preparados citológicos. Aqui pode fazer-se necessária a suplementação por técnicas histoquímicas e imunoistoquímicas. Se houver adequadas condições de fixação do tecido, técnicas especiais como microscopia eletrônica, imunoistoquímica em material congelado, citogenética e estudos moleculares poderão ser realizados. Exceção será feita se o material for muito pequeno, quando então deverá ser totalmente submetido à técnica de rotina; neste caso, se o diagnóstico não puder ser elaborado, biópsias subseqüentes poderão ser prospectivamente obtidas e direcionadas para a técnica especial de estudo. Este é o caso freqüentemente encontrado nos linfomas malignos, nos quais os espécimens de biópsia poderão ser muito pequenos e insuficientes para o diagnóstico definitivo sem imunofenotipagem. O estadiamento patológico de tumor primário de pulmão será alcançado quando houver adequado estudo macro e microscópico. Os procedimentos descritos a seguir poderão ser aplicados para ressecções por segmentectomia, lobectomia, pneumectomia, ressecções em bloco, traquéia ou brônquios.

 


6 - Diagnóstico e estadiamento do câncer de pulmão

Diagnosis and staging of lung cancer

Angelo Fernandez, Fabio B. Jatene, Mauro Zamboni

J Bras Pneumol.2002;28(4):219-228

Resumo PDF PT English Text

O câncer do pulmão pode apresentar-se sob diversas formas e vários são os meios de diagnosticá-lo. A escolha do melhor método para o seu diagnóstico depende de diferentes aspectos relacionados ao tumor, ao paciente e à habilidade da equipe médica. Dentre os métodos mais comumente utilizados para o diagnóstico do câncer do pulmão, podemos contar, além dos exames radiológicos, que não serão abordados neste artigo, a citologia do escarro, a broncofibroscopia, a punção aspirativa transtorácica e a toracoscopia, entre outros. O estadiamento reflete a extensão anatômica do câncer. As regras de estadiamento propostas por Denoix foram adaptadas de maneira satisfatória para o câncer do pulmão e, embora tenham sofrido diversas modificações, devidas ao avanço tecnológico dos métodos de diagnóstico, são importantes para orientar o tratamento e estimar o prognóstico. Com o advento de novas modalidades de tratamento, principalmente as combinadas, o estadiamento tende a assumir importância cada vez maior, tanto na escolha da modalidade terapêutica mais adequada quanto na comparação dos resultados.

 


Relato de Caso

7 - Pneumonia por leptospirose

Leptospiral pneumonia

Maura Dumont Hüttner, Hugo Cataud Pacheco Pereira, Rosimeire Mitsuko Tanaka

J Bras Pneumol.2002;28(4):229-232

Resumo PDF PT English Text

A leptospirose é uma doença infecciosa caracterizada pelo envolvimento de múltiplos sistemas. O acometimento pulmonar é comum, geralmente leve e freqüentemente negligenciado. Quando os sintomas respiratórios são a principal manifestação da doença, existe grande possibilidade de confusão diagnóstica. Os autores apresentam um caso de pneumonia grave por leptospirose, com o objetivo de chamar a atenção para esta possibilidade etiológica no diagnóstico diferencial das pneumonias comunitárias, especialmente quando há um perfil epidemiológico suspeito.

 


8 - Câncer de pulmão em trabalhadores expostos à sílica

Lung cancer in workers exposed to silica

Ana Paula Scalia Carneiro, Max Anderson Morales dos Santos, Plínio Vasconcelos Maia, Sandhi Maria Barreto

J Bras Pneumol.2002;28(4):233-236

Resumo PDF PT English Text

A sílica é um dos principais agentes ocupacionais relacionados ao câncer de pulmão, sendo classificada pela Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC) como substância do grupo 1, ou seja, carcinogênica para humanos, desde 1996. O objetivo deste trabalho é relatar dois casos de trabalhadores previamente expostos à sílica que apresentaram câncer de pulmão, atendidos ambulatorialmente, enfocando pontos relevantes da literatura atual sobre o assunto.

 


9 - Síndrome aguda do tórax como primeira manifestação de anemia falciforme em adulto

Acute chest syndrome as the first manifestation of sickle cell disease in a middle aged adult

Hugo Hyung Bok Yoo, Nilva Regina Pelegrino, Ana Lúcia Oliveira de Carlos, Irma de Godoy, Thais Thomaz Queluz

J Bras Pneumol.2002;28(4):237-240

Resumo PDF PT English Text

A síndrome aguda do tórax (SAT) acomete portadores de anemia falciforme e é responsável por cerca de 25% dos óbitos. Relata-se o caso de um homem pardo de 45 anos, alcoolista crônico, sem nenhum antecedente de falcização, com quadro de pneumonia-símile havia sete dias. A radiografia simples do tórax mostrou infiltrado heterogêneo bilateral, com áreas de consolidação e broncograma aéreo e derrame pleural à esquerda. Outros exames laboratoriais revelaram anemia, leucocitose com desvio à esquerda e hipoxemia. Tratado com cefoxitina e amicacina, o paciente evoluiu rapidamente para insuficiência respiratória aguda e morreu 14 horas após a internação. Na necropsia, no exame dos pulmões observaram-se intensa congestão, hemorragia intra-alveolar, dano alveolar difuso e hemácias com morfologia falciforme. O caráter rápido, progressivo e freqüentemente mimetizado por outras doenças torna a SAT um evento dramático e de diagnóstico precoce difícil, sendo, entretanto, obrigatória tê-la sempre em mente, especialmente em um país com grande população da raça negra como o Brasil.

 


10 - Toxoplasmose com comprometimento pulmonar

Toxoplasmosis with pulmonary collapse

Claudio Luiz Viegas, Andrea M. Santos, André Camurça de Almeida, Arivaldo Araújo Teixeira, Melanio de Paula Barbosa

J Bras Pneumol.2002;28(4):241-243

Resumo PDF PT English Text

Os autores relatam um caso de comprometimento pulmonar por T. gondii, em homem de 57 anos. O diagnóstico foi realizado por meios sorológicos, após exaustiva avaliação clínico-radiológica. São discutidas as variantes clínicas de polimiosite apresentadas pelo paciente e o comprometimento do aparelho respiratório, tendo em vista as poucas citações desta entidade na literatura médica brasileira.

 


Cartas ao Editor

11 - Mortalidade por asma no município de Curitiba e no Estado do Paraná

Sônia Zulato, Denise Carvalho, Nelson A. Rosário

J Bras Pneumol.2002;28(4):244-

PDF PT


 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1