Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

SCImago Journal & Country Rank
Busca avançada

Ano 2003 - Volume 29  - Número 1  (Janeiro/Fevereiro)






Aprimoramento

1 - Publicações em Pneumologia - Novos ou velhos rumos?

Carlos Alberto de Castro Pereira

J Bras Pneumol.2003;29(1):1-

PDF PT


Editorial

2 - Uma simples infecção por pneumococo...

Anna Sara S. Levin

J Bras Pneumol.2003;29(1):2-3

PDF PT


Artigo Original

3 - Prevalência de resistência à penicilina do Streptococcus pneumoniae em dois hospitais de Caxias do Sul

Prevalence of Streptococcus pneumoniae resistance to penicillin in two hospital from Caxias do Sul

Wilson Paloschi Spiandorello, Fernanda Morsch, Franca Stedile Angeli Spiandorello

J Bras Pneumol.2003;29(1):15-20

Resumo PDF PT English Text

Foi realizado um estudo transversal em dois hospitais de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, para verificar a resistência do Streptococcus pneumoniae à penicilina, no período entre maio de 1998 e novembro de 2001. Foram identificadas 176 cepas invasivas de Streptococcus pneumoniae com 2,28% (IC 0,62-5,74) de resistência intermediária e 3,42% (IC 1,26-7,31) de alta resistência. Concluiu-se que, nesses locais, ainda não se justifica o uso de outras drogas para o tratamento da pneumonia pneumocócica em substituição à penicilina, como vem acontecendo em outros centros. Com isso, ficaram confirmadas as diretrizes da IDSA (Infectious Diseases Society of America) para o tratamento das pneumonias de adultos adquiridas na comunidade, em que o antimicrobiano empregado deve ser guiado pela prevalência local ou regional da resistência microbiana do S. pneumoniae à penicilina.

 


4 - Hospitalização por tuberculose em hospital universitário

Hospitalization due to tuberculosis at a university hospital

Sandra Aparecida Ribeiro, Thaís Nemoto Matsui

J Bras Pneumol.2003;29(1):9-14

Resumo PDF PT English Text

Os pacientes com tuberculose (Tb) ativa podem ser internados por outros problemas e não ter Tb como diagnóstico principal. Neste estudo analisam-se 141 casos internados de Tb notificados ao Serviço de Vigilância Epidemiológica do Hospital São Paulo, no período de agosto de 1999 a abril de 2001, identificando causas, fatores de risco e tempo de internação. Do total de pacientes, 63% eram do sexo masculino e 37% do feminino, com média de idade de 38,1 anos. Destes, 28% eram fumantes, 23% etilistas e 17% usuários de drogas. Referiram tuberculose prévia 23% dos pacientes. A sorologia para HIV foi positiva em 42% dos pacientes. Do total, 54,6% tinham Tb pulmonar, dos quais 67,5% com BAAR positivo no escarro. Vinte e dois por cento dos pacientes apresentaram efeitos colaterais aos esquemas de Tb durante a internação, sendo mais freqüente a hepatite medicamentosa (65,7%) e a intolerância gástrica (25,7%). Necessitaram internação em UTI 8,5% dos pacientes e lá permaneceram em média por 11 dias e 54% ficaram em enfermaria com isolamento respiratório. Foram a óbito 17,7% dos casos; destes, 52% por Tb. Os pacientes permaneceram internados em média 29 dias e em isolamento (quando necessário) por 18 dias. Pacientes usuários de drogas e tabagistas apresentaram maior tempo de internação. O mesmo não ocorreu com pacientes soropositivos ao HIV ou com baciloscopia de escarro positiva.

 


6 - Características de personalidade e dependência nicotínica em universitários fumantes da UFMT

Psychological profile and nicotine dependence in smoking undergraduate students of UFMT

Regina de Cássia Rondina, Clovis Botelho, Ageo Mário Cândido da Silva, Ricardo Gorayeb

J Bras Pneumol.2003;29(1):21-27

Resumo PDF PT English Text

Introdução: Dados sobre a relação entre perfil de personalidade e dependência nicotínica podem subsidiar o trabalho de profissionais na área de saúde na elaboração e aperfeiçoamento dos programas de tratamento e prevenção da dependência. Objetivo: Investigar a relação entre perfil de personalidade e dependência nicotínica em um grupo de universitários fumantes. Casuística e métodos: Foram selecionados aleatoriamente 1.245 universitários, dentre os 10.500 matriculados na UFMT - campus Cuiabá, em 2001. Foi aplicado questionário padronizado, para caracterização social e padrão de consumo de tabaco, sendo considerados como fumantes 80 universitários. A seguir, foi aplicado o teste de Fagerström (1978), de dependência nicotínica e a versão revisada das Escalas de Personalidade de Comrey (CPS), que investiga dimensões de personalidade. Resultados: A análise das médias dos escores (t de Student) revelou associação marginal ou borderline inversamente proporcional entre dependência e a escala de Ordem x Falta de Compulsão (O) (p = 0,06) e associação negativa ou inversamente proporcional entre as escalas de Extroversão x Introversão (E) do CPS (p = 0,002) e Controle de Validade (V) (p = 0,04) do CPS. A regressão linear para pontuação no teste de Fagerström confirmou a associação borderline inversamente proporcional entre dependência e as escalas de Ordem x Falta de Compulsão (O) (p = 0,06) e Extroversão x Introversão (E) do CPS (p = 0,02). Porém, controlando a interferência do consumo diário de cigarros, apenas a escala de Extroversão x Introversão (E) permanece associada à dependência (p = 0,001). Conclusões: Conclui-se que universitários fumantes e dependentes são menos extrovertidos que os fumantes não dependentes.

 


7 - Validação do questionário de vias aéreas 20 ("Airways questionnaire 20" - AQ20) em pacientes portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) no Brasil

Validation of the Airways questionnaire 20 - AQ20 in patients with chronic obstructive pulmonary disease (COPD) in Brazil

Aquiles Camelier, Fernanda Rosa, Paul Jones, José Roberto Jardim

J Bras Pneumol.2003;29(1):28-35

Resumo PDF PT English Text

Introdução: A análise da qualidade de vida relacionada à saúde (ou estado de saúde) nos pacientes portadores de DPOC é de grande importância e questionários foram desenvolvidos para sua mensuração. Objetivo: O presente estudo descreve a adaptação para a língua e cultura brasileira de questionário sobre estado de saúde doença-específico desenvolvido para DPOC: O Questionário de Vias Aéreas 20 (Airways Questionnaire 20 - AQ20). Métodos: O processo de tradução inicial e retrógrada foi realizado, além da adaptação cultural para a língua e cultura brasileira. O coeficiente de correlação intraclasse foi utilizado para testar a reprodutibilidade do AQ20. Foram realizadas correlações com o Questionário do Hospital Saint George na Doença Respiratória (SGRQ), espirometria e saturação de oxigênio. Resultados: O coeficiente de correlação intraclasse para a pontuação total do questionário foi de a = 0,90 para a variabilidade intra-observador e a = 0,93, para a variabilidade interobservador (p < 0,05 para ambos). A correlação com a pontuação total do SGRQ foi de 0,76 (p < 0,001). O tempo médio de resposta do AQ20 foi de quatro minutos e seis segundos. Conclusão: A versão brasileira do AQ20 é reprodutível, de rápida aplicação e com boa correlação com o SGRQ, sendo um instrumento válido para medir o estado de saúde em pacientes com doenças de vias aéreas obstrutivas no Brasil.

 


Artigo de Revisão

8 - O crescimento de crianças com asma

Linear growth in asthmatic children

Maria Ângela Reis de Góes Monteiro Antonio, José Dirceu Ribeiro, Adyléia Aparecida Dalbo Contrera Toro, Aquiles Eugenico Piedrabuena, André Moreno Morcillo

J Bras Pneumol.2003;29(1):36-42

Resumo PDF PT English Text

A asma é a doença inflamatória crônica mais freqüente na infância, cuja prevalência vem aumentando sensivelmente nas últimas décadas, motivos que têm despertado interesse da comunidade científica para estudar o crescimento dessas crianças. A relação entre asma e crescimento sofre a influência do quadro clínico, da terapêutica e os diferentes métodos de estudo dificultam discernir entre os fatores responsáveis pela desaceleração do crescimento detectada por alguns autores. Esta revisão tem por objetivo fornecer uma visão global do assunto.

 


Relato de Caso

9 - Condrossarcoma de esterno

Sternal chondrosarcoma

Nelson Perelman Rosenberg, Ivo Leuck Jr., Celso Schuler, Fernando Delgiovo, Eduardo Spadari de Araújo, Paula Vasconcelos Martini

J Bras Pneumol.2003;29(1):43-44

Resumo PDF PT English Text

As neoplasias do esterno são patologias extremamente raras. A falta de grandes séries na literatura faz com que avaliações prospectivas de tratamento sejam muito difíceis. Relata-se o caso de uma paciente septagenária possuidora de um grande condrossarcoma de esterno, tratada cirurgicamente.

 


10 - Coccidioidomicose: causa rara de síndrome do desconforto respiratório agudo

Coccidioidomycosis: an unusual cause of acute respiratory distress syndrome

Kelson Nobre Veras, Bruno C. de Souza Figueirêdo, Liline Maria Soares Martins, Jayro T. Paiva Vasconcelos, Bodo Wanke

J Bras Pneumol.2003;29(1):45-48

Resumo PDF PT English Text

Lavrador, masculino, zona rural do Estado do Piauí, desenvolveu infecção respiratória aguda. Apesar de antibioticoterapia de amplo espectro, cursou com piora, necessitando ventilação mecânica. As radiografias mostraram infiltrados pulmonares difusos. A razão PaO2/FiO2 era de 58. A microscopia direta e o cultivo do aspirado traqueal revelaram a presença de Coccidioides immitis. Apenas recentemente foram descritos casos autóctones de coccidioidomicose no Brasil, a maioria deles do Estado do Piauí. O fungo já foi isolado de seres humanos, cães e tatus (Dasypus novemcinctus) e também de amostras do solo. Falha à antibioticoterapia e a proveniência de área endêmica reconhecida devem alertar para a possibilidade de coccidioidomicose pulmonar aguda.

 


Cartas ao Editor

11 - Tratamento compulsório da tuberculose: avanço ou retrocesso?

Sandra Aparecida Ribeiro

J Bras Pneumol.2003;29(1):50-52

PDF PT


 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1