Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

Busca avançada

Ano 2005 - Volume 31  - Número 6  (Novembro/Dezembro)






Editorial

1 - A alma do negócio!

The soul of the business!

José Antônio Baddini Martinez

J Bras Pneumol.2005;31(6):

PDF PT PDF EN English Text


Artigo Original

4 - Determinação de escore e nota de corte do módulo de asma do International Study of Asthma and Allergies in Childhood para discriminação de adultos asmáticos em estudos epidemiológicos

Determining the score and cut-off point that would identify asthmatic adults in epidemiological studies using the asthma module of the International Study of Asthma and Allergies in Childhood questionnaire

Elayne de Fátima Maçãira, Eduardo Algranti, Rafael Stelmach, Marcos Ribeiro, Maria do Patrocínio Tenório Nunes, Elizabete Medina Coeli Mendonça, Marco Antônio Bussacos

J Bras Pneumol.2005;31(6):477-485

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Validar o questionário padronizado escrito do International Study of Asthma and Allergies in Childhood, módulo sobre asma, para pesquisa de prevalência de asma, estabelecendo seu escore e a nota de corte para discriminação de adultos asmáticos. Métodos: Entrevistamos pacientes ambulatoriais adultos, 40 asmáticos e 38 controles, pareados por sexo e idade, utilizando o módulo de asma do International Study of Asthma and Allergies in Childhood, composto por oito aspectos dicotômicos de asma. Determinamos o escore e a nota de corte para discriminação de asmáticos, definindo sua sensibilidade, especificidade e índice de Youden. Validamos o método em contraposição ao diagnóstico clínico e funcional. A reprodutibilidade das questões individuais foi testada por meio de reentrevistas de metade dos pacientes após algumas semanas. Resultados: O escore variou de 0 a 14 pontos. Um escore = 5 pontos permitiu discriminar pacientes asmáticos (sensibilidade = 93%, especificidade = 100% e índice de Youden = 0,93). A maioria das questões apresentou boa reprodutibilidade, observada em reentrevista após 48,2 ± 11,1 dias (Kappa e Kappa ponderado variando de 0,43 a 1,00 para as questões individuais). Conclusão: A validação de uma nota de corte permite uma interpretação alternativa às informações fornecidas pelo módulo de asma do International Study of Asthma and Allergies in Childhood, levando em conta o conjunto das informações e não somente as respostas individuais de cada questão em estudos de prevalência de asma em adultos.

 


Palavras-chave: Asma/diagnóstico; Asma/epidemiologia; Cooperação internacional; Questionários

 

5 - Prevalência de asma brônquica e de sintomas a ela relacionados em escolares do Distrito Federal e sua relação com o nível socioeconômico

Prevalence of bronchial asthma and related symptoms in schoolchildren in the Federal District of Brazil: correlations with socioeconomic levels

Maria Luisa Brangeli Maia Felizola, Carlos Alberto de Assis Viegas, Marcelo Almeida, Fernando Ferreira, Martinho Candido A. Santos

J Bras Pneumol.2005;31(6):486-491

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar a prevalência de asma e sintomas a ela relacionados no Distrito Federal e sua relação com o nível socioeconômico, utilizando o questionário escrito do International Study of Asthma and Allergies in Childhood. Métodos: Foram avaliadas 6.437 crianças, em escolas públicas e particulares, divididas em: 3.183 crianças de seis a sete anos e 3.254 de treze a catorze anos. Os dados foram analisados por sexo e grupo socioeconômico (teste do qui-quadrado). Resultados: A prevalência encontrada de asma brônquica no Distrito Federal foi de 12,1% e 13,8% nas faixas etárias de seis a sete anos e treze a catorze anos, respectivamente (p < 0,04). Na faixa etária de seis a sete anos, o sexo masculino apresentou prevalências significativamente maiores de asma diagnosticada e de sintomas (p < 0,001), enquanto que na de treze a catorze anos, a maior prevalência de sintomas ocorreu no sexo feminino (p < 0,05). O grupo de piores condições socioeconômicas apresentou maiores taxas de sintomas relacionados à asma nas duas faixas etárias (p < 0,05). O diagnóstico de asma foi mais freqüente na classe social menos favorecida (p < 0,001) para o questionário respondido pelos pais. Entre os adolescentes, houve maior número de diagnósticos de asma no grupo de nível socioeconômico mais elevado (p = 0,001). Conclusão: O grupo economicamente desfavorecido apresentou prevalências maiores de sintomas de asma, assim como crises de maior gravidade. Também a prevalência de asma provável foi maior neste grupo que a de asma diagnosticada, o que sugere seu subdiagnóstico.

 


Palavras-chave: Asma/epidemiologia; Asma/diagnóstico; Fatores socioeconômicos; Saúde escolar; Questionários

 

6 - Variações climáticas e uso de serviços de saúde em crianças asmáticas menores de cinco anos de idade: um estudo ecológico

Climate variations and health services use for the treatment of asthmatic children under five years of age: an ecological study

Celso Taques Saldanha, Ageo Mário Cândido da Silva, Clovis Botelho

J Bras Pneumol.2005;31(6):492-498

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Analisar a variação dos períodos climáticos (seco ou chuvoso) e o uso de serviços de saúde para a asma em crianças menores de cinco anos de idade. Métodos: Estudo ecológico, com coleta de dados secundários, através de análise dos prontuários das crianças com até cinco anos de idade e diagnóstico de asma, atendidas no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá. Obedecendo às características geográficas de Cuiabá (MT), foram considerados dois períodos climáticos: o período seco (maio a outubro) e o chuvoso (novembro a abril). Resultados: O percentual de atendimentos das crianças consideradas com diagnóstico de asma foi de 12,2% (3.140/25.802), sem diferença entre os sexos. A faixa etária mais acometida foi a de três a cinco anos de idade. A taxa de hospitalização por asma foi de 1,3% (336/25.802), sendo de 10,7% (336/3.140) entre as crianças asmáticas atendidas no pronto-socorro. No período chuvoso o percentual de atendimento ambulatorial por asma foi maior que no período seco: 39,1% (1.228/3.140) versus 60,9% (1.912/3.140). Entretanto, no período seco houve maior percentual de hospitalização: 52,3% (176/336) versus 47,7% (160/336). As diferenças foram significativas (p < 0,05). Conclusão: O período climático seco, associado à maior taxa de hospitalização, parece estar relacionado aos casos mais graves de asma em crianças menores de cinco anos.

 


Palavras-chave: Asma/prevenção & controle; Alérgenos/efeitos adversos; Hipersensibilidade respiratória; Monitoramento ambiental; Clima; Crianças

 

7 - O efeito da assistência psicológica em um programa de reabilitação pulmonar para pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

The effect of psychotherapy provided as part of a pulmonary rehabilitation program for the treatment of patients with chronic obstructive pulmonary disease

Dagoberto Vanoni de Godoy, Rossane Frizzo de Godoy, Benno Becker Júnior, Paula Fernanda Vaccari, Maurício Michelli, Paulo José Zimermann Teixeira, Bruno Carlos Palombini

J Bras Pneumol.2005;31(6):499-505

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar o efeito da psicoterapia sobre os níveis de ansiedade, depressão, qualidade de vida e capacidade de exercício em portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica, submetidos a um programa de reabilitação pulmonar. Métodos: Ensaio clínico prospectivo, controlado e cego realizado com 49 portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica randomizados em três grupos: programa de reabilitação pulmonar completo (grupo 1), sem exercícios físicos (grupo 2) e sem psicoterapia (grupo 3). Foram utilizados para avaliação: inventários de ansiedade e de depressão de Beck, questionário respiratório de Saint George e o produto da distância caminhada pelo peso. Resultados: Os grupos 1 e 2 demonstraram melhora absoluta estatisticamente significativa na capacidade de realizar exercícios (p = 0,007, p = 0,008 e p = 0,06, respectivamente). Os grupos 1 e 2 demonstraram redução significativa dos níveis de ansiedade e depressão, e melhora no índice de qualidade de vida: grupo 1 - p = 0,0000, p < 0,0003 e p = 0,0007; e grupo 2 - p = 0,0001, p = 0,0014 e p = 0,002, respectivamente. O grupo 3 demonstrou redução no nível de ansiedade (p = 0,03), mas não no nível de depressão e no índice de qualidade de vida, significativamente. Conclusão: Sessões de psicoterapia num programa de reabilitação pulmonar auxiliaram portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica no manejo das limitações impostas pela doença, através da redução dos níveis de sintomas comportamentais, especialmente depressão, influindo na melhora da capacidade de realizar exercícios físicos e na qualidade de vida relacionada à saúde.

 


Palavras-chave: Doença pulmonar obstrutiva crônica/reabilitação; Doença pulmonar obstrutiva crônica/psicologia; Ansiedade; Depressão; Qualidade de vida; Terapia por exercícios

 

8 - Infarto do miocárdio experimental e aumento do estresse oxidativo em diafragma de ratos

Experimental myocardial infarction and increased oxidative stress in the rat diaphragm

Fabiano Leichsering Silva, Nicolle Gollo Mazzotti, Marcus Picoral, Daniella Meirelles Nascimento, Maria Isabel Morgan Martins, Adriane Belló Klein

J Bras Pneumol.2005;31(6):506-510

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Este é um estudo experimental que visa a avaliar o efeito da insuficiência cardíaca no estresse oxidativo em diafragma de ratos. Métodos: O modelo de infarto do miocárdio por ligadura da artéria coronária esquerda foi utilizado para desenvolvimento de insuficiência cardíaca. No 42º dia após a ligadura coronária, os animais foram mortos e tiveram o diafragma retirado e homogeneizado. O estresse oxidativo foi avaliado em homogeneizados de diafragma através de medidas de lipoperoxidação e de ensaios de atividade enzimática antioxidante: catalase, glutationa peroxidase (enzimas que reduzem o peróxido de hidrogênio à água) e superóxido dismutase (enzima antioxidante que reduz o superóxido a peróxido de hidrogênio). Resultados: Os resultados encontrados foram os seguintes: o modelo de ligadura de artéria coronária esquerda foi efetivo em gerar insuficiência cardíaca, com área média de infarto de 39% da área do ventrículo esquerdo; a lipoperoxidação estava 217% aumentada no diafragma dos animais infartados em relação aos controles; a atividade antioxidante da catalase estava reduzida em 77% e a da glutationa peroxidase em 20%, em comparação com o grupo controle; o infarto não alterou a atividade enzimática da superóxido dismutase. Conclusão: Os resultados sugerem a presença de estresse oxidativo no músculo diafragmático em animais submetidos à ligadura da artéria coronária esquerda.

 


Palavras-chave: Infarto do miocárdio; Estresse oxidativo; Insuficiência cardíaca congestiva; Antioxidantes; Diafragma; Ratos

 

9 - Efeito do álcool perílico na expressão gênica de células de adenocarcinoma de pulmão humano

Effect of perillyl alcohol on gene expression of human pulmonary adenocarcinoma cells

Juliana de Saldanha da Gama Fischer, Marcelo Soares da Mota e Silva, Marcos Eduardo Paschoal, Cerli Rocha Gattass, Paulo Costa Carvalho, Maria da Gloria da Costa Carvalho

J Bras Pneumol.2005;31(6):511-515

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Estudar a ação do álcool perílico na expressão gênica de células de adenocarcinoma de pulmão humano. Métodos: Incubaram-se células de adenocarcinoma de pulmão com álcool perílico em diluições que variaram entre 0,03% e 0,0003% por 48 horas. Observaram-se as alterações na morfologia celular e quantificou-se a viabilidade celular pelo método do MTT (3-(4,5-dimetiltiazol-2-yl)-2,5 difeniltertrazolim brometo). Analisou-se a síntese de proteínas das amostras previamente marcadas radioativamente com 35S, através de eletroforese em gel de poliacrilamida. Determinou-se a expressão das proteínas p53 e p42/44 através do método de Western Blot. Resultados: Após 48 horas de incubação, observaram-se alterações na morfologia celular para a diluição de 0,03% de álcool perílico, as quais foram pouco verificadas em diluições superiores a 0,003%. A inibição da viabilidade celular foi de 60,17% (p < 0,001), 15,62% (p < 0,001) e 11,53% (p < 0,05) para as diluições de 0,03%, 0,003% e 0,0003% de álcool perílico, respectivamente. Os resultados mostram a indução de proteínas de 110 kDa, 42 kDa e 28 kDa. Não se observou variação estatisticamente significativa para a expressão da proteína p53. Em comparação com a expressão de a-tubulina, a diluição de 0,003% de álcool perílico provocou uma diminuição marcante da fosforilação da p44 e um aumento da fosforilação da p42. Conclusão: Os resultados apresentados sugerem novos caminhos metabólicos da ação do álcool perílico em células de adenocarcinoma de pulmão humano.

 


Palavras-chave: Adenocarcinoma; Neoplasias pulmonares; Monoterpenos; Cultura de células; Pulmão/citologia

 

10 - Tabagismo entre médicos da Região do ABC Paulista

Smoking among physicians in a specific region of the greater metropolitan area of São Paulo

Adriano Cesar Guazzelli, Mário Terra Filho, Elie Fiss

J Bras Pneumol.2005;31(6):516-522

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Verificar a prevalência do tabagismo entre os médicos da Região do ABC Paulista e avaliar os métodos de cessação utilizados por esse grupo. Métodos: A amostra constituiu-se de 678 questionários respondidos espontaneamente por médicos cadastrados no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, cujos endereços postais pertenciam à Região do ABC Paulista. Resultados: Observou-se que 58 médicos eram fumantes (8,6%), 183 ex-fumantes (27,0%) e 437 não fumantes (64,5%), não havendo diferença significativa em relação ao sexo, entre os fumantes. Não houve diferenças de prevalências entre as várias especialidades médicas. A maioria dos fumantes já havia tentado parar de fumar. O método de cessação do tabagismo mais utilizado foi o da terapia de reposição de nicotina (4,3%), seguido da acupuntura (2,7%). A maioria dos médicos ex-fumantes não utilizou qualquer método para a cessação do tabagismo (88,1%). Conclusão: A prevalência de tabagistas entre os médicos da Região do ABC Paulista é de 8,6%. A maioria dos médicos que conseguiu parar de fumar, fizeram-no sem a utilização de qualquer método. O método mais utilizado foi o da terapia de reposição de nicotina.

 


Palavras-chave: Prevalência; Tabagismo; Médicos; Cessação do tabagismo

 

11 - Evolução espaço-temporal dos casos de tuberculose em Ribeirão Preto (SP), nos anos de 1998 a 2002

Spatial and temporal patterns of tuberculosis in the city of Ribeirão Preto, Brazil from 1998 to 2002

Paula Hino, Claudia Benedita dos Santos, Tereza Cristina Scatena Villa

J Bras Pneumol.2005;31(6):523-527

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Estabelecer a distribuição espacial da tuberculose no Município de Ribeirão Preto (SP) de 1998 a 2002, buscando verificar a dependência entre sua ocorrência e o espaço. Métodos: Foi utilizada a base de dados secundários Epi-Tb da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto. O georreferenciamento dos casos de tuberculose foi realizado através do software MapInfo 6.5 e a análise estatística espacial através do software Spring. Resultados: Por meio da análise do padrão espacial existente no decorrer dos anos estudados, foi concluído que para cada ano houve um padrão para a distribuição espacial da tuberculose em Ribeirão Preto, tendo sido identificadas áreas homogêneas de risco para a doença, embora os casos estivessem sempre concentrados em uma faixa da região noroeste do município, que consiste de bairros de classe média e/ou média baixa da população. Conclusão: Os resultados contribuíram para o conhecimento da distribuição espacial da tuberculose em Ribeirão Preto, em diferentes períodos, ressaltando a importância da categoria espaço como alternativa metodológica para auxiliar no planejamento, monitoramento e avaliação das ações em saúde, com direcionamento mais adequado das intervenções para diminuir as iniqüidades.

 


Palavras-chave: Tuberculose/epidemiologia; Indicadores de saúde; Distribuição espacial; Saúde urbana/estatística & dados numéricos; Topografia médica

 

Artigo de Revisão

12 - O desafio de diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica

The challenge of diagnosing acute pulmonary thromboembolism in patients with chronic obstructive pulmonary disease

Sérgio Saldanha Menna-Barreto

J Bras Pneumol.2005;31(6):528-539

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Tromboembolia pulmonar aguda e exacerbação aguda de doença pulmonar obstrutiva crônica são doenças comuns. A doença pulmonar obstrutiva crônica é um fator clínico de risco para tromboembolia pulmonar aguda. As apresentações clínicas da tromboembolia pulmonar aguda e da exacerbação aguda da doença pulmonar obstrutiva crônica freqüentemente mimetizam-se tanto que pode ser difícil distingui-las. Anormalidades estruturais nos pulmões com doença pulmonar obstrutiva crônica tornam também difícil a interpretação de testes não invasivos de diagnóstico, como o mapeamento de ventilação e perfusão pulmonares. Assim, diagnosticar tromboembolia pulmonar aguda em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica é uma tarefa desafiadora. Com o objetivo de atualizar o assunto e oferecer sugestões de conduta, nós avaliamos artigos abordando este tema, incluindo relatos e séries de casos, abordagens diagnósticas de tromboembolia pulmonar aguda e fizemos algumas reflexões. A probabilidade clínica de tromboembolia pulmonar aguda em cenários de doença pulmonar obstrutiva crônica é usualmente intermediária, o mapeamento de ventilação e perfusão pulmonares é predominantemente de probabilidade intermediária e os algoritmos de conduta os deveriam assim considerar.

 


Palavras-chave: Doença pulmonar obstrutiva crônica/complicações; Embolia pulmonar/diagnóstico; Embolia pulmonar/epidemiologia; Relação ventilação-perfusão

 

13 - Tratamento da síndrome da veia cava superior

Treatment of superior vena cava syndrome

Luís Marcelo Inaco Cirino, Rafael Ferreira Coelho, Ivan Dias da Rocha, Bernardo Pinheiro de Senna Nogueira Batista

J Bras Pneumol.2005;31(6):540-550

Resumo PDF PT PDF EN English Text

A veia cava superior é formada pela união das duas veias inominadas, direita e esquerda, e localiza-se no mediastino médio, à direita da artéria aorta e anteriormente à traquéia. A síndrome da veia cava superior representa um conjunto de sinais (dilatação das veias do pescoço, pletora facial, edema de membros superiores, cianose) e sintomas (cefaléia, dispnéia, tosse, edema de membro superior, ortopnéia e disfagia) decorrentes da obstrução do fluxo sanguíneo através da veia cava superior em direção ao átrio direito. A obstrução pode ser causada por compressão extrínseca, invasão tumoral, trombose ou por dificuldade do retorno venoso ao coração secundária a doenças intra-atriais ou intraluminais. Aproximadamente 73% a 97% dos casos de síndrome da veia cava superior ocorrem durante a evolução de processos malignos intratorácicos. A maioria dos pacientes com a síndrome secundária a neoplasias malignas é tratada sem necessidade de cirurgia, através de radioterapia ou quimioterapia, ou através da colocação de stents endoluminais. Quando a síndrome é de etiologia benigna, o tratamento é feito através de medidas clínicas (anticoagulação, elevação da cabeça, etc.) ou, em casos refratários, através de angioplastia, colocação de stents endoluminais e cirurgia.

 


Palavras-chave: Síndrome da veia cava superior/terapia; Síndrome da veia cava superior/cirurgia; Síndrome da veia cava superior/etiologia; Síndrome da veia cava superior/quimioterapia; Síndrome da veia cava superior/radioterapia; Veia cava superior.

 

14 - Fisioterapia respiratória no empiema pleural. Revisão sistemática da literatura

Respiratory therapy in pleural empyema. A systematic review of the literature

Murilo Carlos Amorim de Britto, Maria do Carmo Menezes Bezerra Duarte, Silvia Maria Mendes da Conceição Silvestre

J Bras Pneumol.2005;31(6):551-554

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Alguns dos recursos utilizados em fisioterapia respiratória não são baseados em evidências científicas comprovadas. A má utilização desses recursos pode ser nociva do ponto de vista de efeitos adversos, ou levar a um custo-benefício não favorável. Os autores fizeram uma revisão sistemática da literatura, através das bases de dados Oldmedline, Medline, Cinahl, Lilacs, e nos registros de ensaios clínicos da Biblioteca Cochrane e do National Institutes of Health, dos EUA, visando a encontrar ensaios sobre a eficácia da fisioterapia respiratória no empiema pleural em crianças, adolescentes ou adultos. Nenhum ensaio sobre o assunto foi encontrado. Os autores concluem que faltam evidências sobre a eficácia da fisioterapia no empiema pleural. Ensaios clínicos são necessários para responder a esta questão.

 


Palavras-chave: Empiema pleural/reabilitação; Medicina baseada em evidências; Técnicas de fisioterapia; Revisão [Tipo de publicação]; Ensaios controlados aleatórios

 

Relato de Caso

15 - Lipoma endobrônquico

Endobronchial lipoma

Antônio Mauro Bof, Abrão Rapoport, Luiz Carlos Paier, Yara Lopes Diaz, Luiz Carlos Filgueiras Leiro, Roberto Ruben Pando-Serrano, Márcio Rogério Alcalá Gomes, Emílio Scafura Lomonte

J Bras Pneumol.2005;31(6):555-558

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Os lipomas são neoplasias benignas compostas basicamente de tecido adiposo e podem se localizar em várias partes do corpo. O caso relatado é de uma paciente que procurou o serviço médico com queixa de pneumonias de repetição. Após a propedêutica diagnóstica, que incluiu radiografia simples de tórax e tomografia computadorizada de tórax, suspeitou-se que havia uma lesão endobrônquica com densidade de gordura. A hipótese diagnóstica era a presença de um lipoma endobrônquico como responsável pelo quadro clínico da paciente, que foi confirmada após tratamento cirúrgico. Os objetivos deste trabalho são relatar o caso de um lipoma endobrônquico e fazer uma revisão da literatura.

 


Palavras-chave: Pneumonia/complicações; Recidiva; Neoplasias brônquicas/cirurgia; Lipoma/cirurgia; Tomografia computadorizada por raios X; Relatos de casos

 

16 - Pneumonia recorrente com uma causa rara: carcinoma mucoepidermóide

Mucoepidermoid carcinoma: a rare cause of recurrent pneumonia

José Wellington Alves dos Santos, Maurício Licks da Silveira, Cristiano Tonello, Melissa Falster Daubermann

J Bras Pneumol.2005;31(6):559-562

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Abstract

Recurrent pneumonia is characterized by frequent infection and infiltrates in one or more lung lobes. The localized form of the disease is caused by intraluminal obstruction, extrinsic compression or structural abnormalities. The pattern, frequency and severity of the infections, together with a thorough review of all chest X-rays, inform the diagnosis. Herein, we report a case of recurrent pneumonia due to endobronchial obstruction by mucoepidermoid carcinoma.

 


Palavras-chave: Pneumonia; Recidiva; Carcinoma mucoepidermóide/diagnóstico; Tomografia computadorizada por raios X; Relatos de casos

 

16 - Linfoma primário de cavidade pleural em paciente imunocompetente

Primary effusion lymphoma in an immunocompetent patient

Leila Antonangelo, Francisco S Vargas, Lisete Ribeiro Teixeira, Marcelo A C Vaz, Maria Mirtes Sales, Luis C Moreira, Roberta Karla Barbosa de Sales

J Bras Pneumol.2005;31(6):563-566

Resumo PDF PT PDF EN English Text

O linfoma primário de cavidade é um tipo raro de linfoma não-Hodgkin que acomete principalmente pacientes imunocomprometidos e, mais raramente, pacientes imunocompetentes. Neste relato de caso são apresentados os achados clínicos e laboratoriais de um paciente imunocompetente com derrame pleural diagnosticado como linfoma primário de cavidade pleural.

 


Palavras-chave: Derrame pleural; Linfoma não-Hodgkin; Soronegatividade para HIV; Relatos de casos

 

Cartas ao Editor

17 - Pandemia de gripe aviária

The avian flu pandemic

Danilo Cortozi Berton, Paulo Jose Zimermann Teixeira

J Bras Pneumol.2005;31(6):570

PDF PT PDF EN English Text


Índice Remissivo de Assuntos

Índice Remissivo de Autores

Relação de Revisores

21 - Relação de Revisores

J Bras Pneumol.2005;31(6):

PDF PT


 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1