Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

Busca avançada

Ano 2006 - Volume 32  - Número 6  (Novembro/Dezembro)






3 - A silicose (ainda) entre nós

Silicosis (still) among us

Eduardo Mello De Capitani

J Bras Pneumol.2006;32(6):33-35

PDF PT PDF EN English Text


Artigo Original

4 - Fatores prognósticos em complicações pós-operatórias de ressecção pulmonar: análise de pré-albumina, tempo de ventilação mecânica e outros

Prognostic factors for complications following pulmonary resection: pre-albumin analysis, time on mechanical ventilation, and other factors

Renata Cristiane Gennari Bianchi, Juliana Nalin de Souza, Carolina de Almeida Giaciani, Neucy Fenalti Höehr, Ivan Felizardo Contrera Toro

J Bras Pneumol.2006;32(6):489-494

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Estabelecer a relação entre o estado nutricional pré-operatório, tempo de ventilação mecânica e outros fatores com complicações pós-operatórias gerais e complicações pulmonares pós-operatórias do paciente submetido a cirurgia torácica eletiva. Métodos: Foram estudados prospectivamente 71 pacientes submetidos a cirurgia eletiva de ressecção pulmonar. Os dados pré-operatórios incluíram sexo, idade, tabagismo, pré-albumina, linfócitos e índice de massa corpórea. Os dados intra-operatórios incluíram tipo e tempo de cirurgia e tempo de ventilação mecânica. Resultados: Houve complicações pós-operatórias relacionadas à baixa concentração de pré-albumina, tipo e tempo de cirurgia e tempo de ventilação mecânica. Também houve complicações pulmonares pós-operatórias por tempo de cirurgia e de ventilação mecânica em 22 pacientes (30,99%). Conclusão: Neste trabalho, os resultados sugerem que concentração de pré-albumina, tipo e tempo de cirurgia, assim como o tempo de ventilação mecânica serviram como índices preditivos para complicações pós-operatórias em pacientes submetidos a cirurgia eletiva de ressecção pulmonar. Na análise das complicações pulmonares pós-operatórias, houve significância estatística no aumento dos tempos de cirurgia e de ventilação mecânica.

 


Palavras-chave: Cirurgia torácica; Complicações pós-operatorias; Ventilação mecânica; Estado nutricional; Pré-albumina

 

5 - Lobectomia por carcinoma brônquico: análise das co-morbidades e seu impacto na morbimortalidade pós-operatória

Lobectomy for treating bronchial carcinoma: analysis of comorbidities and their impact on postoperative morbidity and mortality

Pablo Gerardo Sánchez, Giovani Schirmer Vendrame, Gabriel Ribeiro Madke, Eduardo Sperb Pilla, José de Jesus Peixoto Camargo, Cristiano Feijó Andrade, José Carlos Felicetti, Paulo Francisco Guerreiro Cardoso

J Bras Pneumol.2006;32(6):495-504

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Analisar o impacto das co-morbidades no desempenho pós-operatório de lobectomia por carcinoma brônquico. Métodos: Estudaram-se retrospectivamente 493 pacientes submetidos a lobectomia por carcinoma brônquico e 305 preencheram os critérios de inclusão. A técnica cirúrgica foi sempre semelhante. Analisaram-se as co-morbidades categorizando-se os pacientes nas escalas de Torrington-Henderson e de Charlson, estabelecendo-se grupos de risco para complicações e óbito. Resultados: A mortalidade operatória foi de 2,9% e o índice de complicações de 44%. O escape aéreo prolongado foi a complicação mais freqüente (20,6%). A análise univariada mostrou que sexo, idade, tabagismo, terapia neo-adjuvante e diabetes apresentaram impacto significativo na incidência de complicações. O índice de massa corporal (23,8 ± 4,4 kg/m2), volume expiratório forçado no primeiro segundo (74,1 ± 24%) e relação entre volume expiratório forçado no primeiro segundo e capacidade vital forçada (0,65 ± 0,1) foram fatores preditivos da ocorrência de complicações. As escalas foram eficazes na identificação de grupos de risco e na relação com a morbimortalidade (p = 0,001 e p < 0,001). A análise multivariada identificou que o índice de massa corporal e o índice de Charlson foram os principais determinantes de complicações; o escape aéreo prolongado foi o principal fator envolvido na mortalidade (p = 0,01). Conclusão: Valores reduzidos de volume expiratório forçado no primeiro segundo, relação entre volume expiratório forçado no primeiro segundo e capacidade vital forçada, índice de massa corporal e graus 3-4 de Charlson e 3 de PORT associaram-se a mais complicações após lobectomias por carcinoma brônquico. O escape aéreo persistente associou-se fortemente à mortalidade.

 


Palavras-chave: Neoplasias pulmonares/cirurgia; Complicações pós-operatórias; Pneumonectomia; Morbidade

 

6 - Análise de 39 casos de pneumonia intersticial crônica idiopática

Analysis of 39 cases of idiopathic chronic interstitial pneumonia

Rogério Rufino, Leonardo Rizzo, Cláudia Henrique da Costa, Roberto José de Lima, Kalil Madi

J Bras Pneumol.2006;32(6):505-509

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Analisar de forma retrospectiva fragmentos de biópsias pulmonares que receberam o diagnóstico de pneumonia intersticial crônica idiopática, à luz da classificação da American Thoracic Society e European Respiratory Society, de 2000. Métodos: A partir da revisão de 252 fragmentos de biópsias pulmonares a céu aberto de pacientes com doença intersticial pulmonar, no período de 1977 a 1999, 39 casos de doença pulmonar intersticial idiopática foram selecionados e reavaliados por dois patologistas, segundo a classificação da American Thoracic Society e European Respiratory Society, de 2000. Resultados: Vinte e oito dos 39 diagnósticos foram mantidos (71,8%). Uma nova entidade patológica, a pneumonia intersticial não específica, foi incluída na reclassificação e houve superposição de padrões em seis casos. Mantiveram o mesmo diagnóstico 28 casos, 4 casos apresentaram associação entre fibrose pulmonar idiopática e organização pneumônica criptogênica, 1 entre organização pneumônica criptogênica e pneumonia intersticial não específica, e 1 entre pneumonia intersticial descamativa e pneumonia intersticial não específica. Todos os casos de fibrose pulmonar idiopática foram confirmados, embora 3 deles estivessem associados a organização pneumônica criptogênica. Os diagnósticos anteriores foram quase todos mantidos na revisão dos espécimes (p > 0,05). Conclusão: A classificação das doenças pulmonares intersticiais da American Thoracic Society e European Respiratory Society é uma ferramenta útil aos patologistas que lidam com biópsias pulmonares.

 


Palavras-chave: Fibrose pulmonar; Doenças pulmonares intersticiais

 

7 - Localização do carcinoma pulmonar em relação ao vício tabágico e ao sexo

Location of lung carcinoma in relation to the smoking habit and gender

Sérgio Jamnik, César Uehara, Vilmer Vieira da Silva

J Bras Pneumol.2006;32(6):510-514

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Analisar a localização do carcinoma pulmonar em relação ao tabagismo e ao sexo. Métodos: Foram estudados 697 pacientes portadores de carcinoma broncogênico do Ambulatório de Oncopneumologia da Universidade Federal de São Paulo, retrospectivamente, relacionando o vício tabágico e o sexo com a localização do tumor (campos superior e inferior, lados direito e esquerdo). Resultados: Os carcinomas broncogênicos ocorrem predominantemente no campo superior em fumantes e em maior número no campo inferior em não fumantes. Já no sexo feminino ocorreram mais neoplasias no campo inferior principalmente em não fumantes. Não houve diferenças em relação ao lobo (direito ou esquerdo) nos dados estudados. Conclusão: Os carcinomas broncogênicos predominam no campo superior em fumantes e não fumantes, em maior número no campo inferior nos não fumantes. Há uma tendência de ocorrem no campo inferior no sexo feminino.

 


Palavras-chave: Neoplasias pulmonares; Fatores sexuais; Tabagismo

 

8 - Edema pulmonar hidrostático: aspectos na tomografia computadorizada de alta resolução

Hydrostatic pulmonary edema: high-resolution computed tomography aspects

Cláudia Maria Cunha Ribeiro, Edson Marchiori, Rosana Rodrigues, Emerson Gasparetto, Arthur Soares Souza Júnior, Dante Escuissato, Luiz Felipe Nobre, Gláucia Zanetti, César de Araujo Neto, Klaus Irion

J Bras Pneumol.2006;32(6):515-522

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: A proposta deste estudo foi caracterizar por meio de tomografia computadorizada de alta resolução do tórax as principais alterações pulmonares do edema pulmonar hidrostático. Métodos: Foram analisadas, retrospectivamente, as tomografias de quinze pacientes com quadro clínico de edema pulmonar hidrostático, divididos em cinco principais grupos etiológicos: insuficiência cardíaca congestiva, valvulopatia mitral aguda, infarto agudo do miocárdio, miocardite e mediastinite fibrosante, tendo sido sete pacientes classificados no primeiro grupo e dois em cada um dos demais. Resultados: Os principais achados do edema hidrostático foram opacidades em vidro fosco (100%), espessamento dos septos interlobulares (100%), derrame pleural (87%) e espessamento do interstício peribroncovascular (80%). Outros achados menos comuns foram aumento do calibre dos vasos, consolidações e nódulos do espaço aéreo. Conclusão: O padrão predominante encontrado nos pacientes estudados foi o de opacidades em vidro fosco associadas a espessamento dos septos interlobulares (padrão de pavimentação em mosaico), com derrame pleural bilateral, predominante à direita.

 


Palavras-chave: Edema pulmonar; Tomografia computadorizada por raios x; Pneumopatias

 

9 - Fibrose maciça progressiva em trabalhadores expostos à sílica. Achados na tomografia computadorizada de alta resolução

Progressive massive fibrosis in silica-exposed workers. High-resolution computed tomography findings

Ângela Santos Ferreira, Valéria Barbosa Moreira, Hevânia Mara Vaz Ricardo, Renata Coutinho, José Manoel Gabetto, Edson Marchiori

J Bras Pneumol.2006;32(6):523-528

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar as características radiológicas das massas conglomeradas pela tomografia computadorizada de alta resolução de tórax. Métodos: Foram selecionados 75 pacientes silicóticos, a maioria jateadores de areia, portadores de fibrose maciça progressiva, atendidos no Hospital Universitário Antônio Pedro entre 1986 e 2004. Os pacientes foram submetidos a avaliação clínica, radiografia simples de tórax e tomografia computadorizada de alta resolução. Resultados: Mais da metade dos pacientes com silicose complicada mostrou na radiografia de tórax grandes opacidades dos tipos B e C, denotando a gravidade da doença nesses pacientes. Dos 75 casos, apenas um apresentou massa unilateral simulando câncer de pulmão. Quarenta e quatro pacientes realizaram tomografia computadorizada de alta resolução do tórax. As massas predominaram nos terços superiores e posteriores (88,6%). Broncograma aéreo e calcificações no interior das massas foram observados em 70,4% e 63,8% dos casos, respectivamente. História de tuberculose foi relatada em 52% dos pacientes estudados. Conclusão: Na grande maioria dos casos as massas eram bilaterais, predominando nas regiões póstero-superiores dos pulmões, com broncogramas aéreos e calcificações de permeio. Associação com calcificações linfonodais foi um achado freqüente. A exposição a elevadas concentrações de poeira e a tuberculose foram consideradas fatores de risco para o desenvolvimento da fibrose maciça progressiva.

 


Palavras-chave: Fibrose pulmonar; Silicose; Dióxido de silício; Doenças ocupacionais; Exposição ambiental;

 

10 - Aspectos epidemiológicos da co-infecção tuberculose e vírus da imunodeficiência humana em Ribeirão Preto (SP), de 1998 a 2003

Epidemiological aspects of human immunodeficiency virus/tuberculosis co-infection in Ribeirão Preto, Brazil from 1998 to 2003

Jordana de Almeida Nogueira, Antônio Ruffino-Netto, Tereza Cristina Scatena Villa, Mellina Yamamura, Ricardo Arcencio, Roxana Isabel Cardozo-Gonzales

J Bras Pneumol.2006;32(6):529-534

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: O estudo teve como propósito caracterizar o perfil epidemiológico dos casos de tuberculose notificados em Ribeirão Preto (SP), no período de 1998 a 2003, segundo a condição sorológica para o vírus da imunodeficiência humana, sexo, faixa etária e resultado do tratamento. Métodos: Trata-se de uma investigação epidemiológica de cunho descritivo, que utilizou como instrumento de coleta de dados o banco de dados do Sistema de Informação da Tuberculose. A população do estudo constituiu-se na totalidade dos casos de co-infecção tuberculose e vírus da imunodeficiência humana, de residentes em Ribeirão Preto, notificados nos anos de 1998 a 2003. Resultados: Nesse período foram notificados 1.273 casos de tuberculose, sendo que 377 apresentaram sorologia positiva para o vírus da imunodeficiência humana, o que significou taxa de co-infecção igual a 30%. Em relação ao sexo, observou-se neste grupo que 76% dos casos notificados foram de homens, havendo predominância na faixa etária de 20 a 59 anos. Quanto ao resultado terapêutico, a média de cura alcançada foi de 52%, de abandono de 11% e de óbito de 32%. A forma clínica predominante foi a pulmonar, com 58% dos casos. Conclusão: Foi observada alta prevalência da co-infecção no município estudado, sendo nítido que a conclusão terapêutica desses casos reflete a necessidade de se adotar estratégias especiais de acompanhamento dessa clientela. Quanto ao sexo e faixa etária, o acometimento foi equivalente ao de casos de tuberculose não infectados pelo vírus da imunodeficiência humana.

 


Palavras-chave: Tuberculose; Infecções por HIV; Comorbidade

 

11 - Características da tuberculose em idosos no Recife (PE): contribuição para o programa de controle

Characteristics of elderly tuberculosis patients in Recife, Brazil: a contribution to the tuberculosis control program

Zilda do Rego Cavalcanti, Maria de Fátima Pessoa Militão de Albuquerque, Antônio Roberto Leite Campelo, Ricardo Ximenes, Ulisses Montarroyos, Marianne Karel Amaral Verçosa

J Bras Pneumol.2006;32(6):535-543

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Descrever as características demográficas, de hábitos de vida, socioeconômicas, clínico-epidemiológicas e de acesso aos serviços de saúde de idosos com tuberculose, diagnosticados e tratados no Recife (PE), e compará-las com os adultos jovens em mesmas condições. Métodos: Utilizou-se uma estratégia de análise do tipo caso-controle em uma coorte de pacientes com tuberculose, atendidos nas unidades de saúde pública do Recife no período de maio de 2001 a julho de 2003. Resultados: Foram incluídos no estudo 1.127 pacientes, 136 idosos (casos) e 991 adultos jovens (controles). Nos dois grupos o sexo prevalente foi o masculino e a forma da doença a pulmonar. O etilismo foi mais freqüente entre os controles e o analfabetismo entre os casos. Os idosos queixaram-se menos de tosse, sudorese e dor torácica. A sorologia para o vírus da imunodeficiência humana foi realizada em apenas 29 pacientes (2,6%). Os controles tiveram maior percentual de positividade nos exames de baciloscopia e cultura. Ambos os grupos tiveram que procurar mais de dois serviços de saúde e passaram-se mais de dois meses até que se fizesse o diagnóstico da doença. Os idosos tiveram maiores índices de cura e óbito, e abandonaram menos o tratamento. Conclusão: Na população estudada, os idosos apresentaram menos tosse, sudorese noturna e dor torácica, menor positividade nos exames complementares e maior mortalidade. Devem constituir um grupo com abordagem especial dos serviços de saúde pública.

 


Palavras-chave: Tuberculose; Idosos; Caso-controle; Brasil

 

12 - Causas múltiplas de morte relacionadas à tuberculose no Estado do Rio de Janeiro entre 1999 e 2001

Deaths attributed to multiple causes and involving tuberculosis in the state of Rio de Janeiro Brazil between 1999 and 2001

Augusto Hasiak Santo

J Bras Pneumol.2006;32(6):544-552

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar a mortalidade relacionada à tuberculose por meio de causas múltiplas. Métodos: Foram estudados todos os óbitos de residentes no Estado do Rio de Janeiro entre 1999 e 2001 nos quais havia menção de tuberculose na declaração de óbito. As disposições da Organização Mundial da Saúde foram usadas para caracterizar causa básica e causas associadas (não básicas) de morte. Resultados: Nas mortes por tuberculose as afecções relacionadas à sua história natural foram as principais causas associadas, além do alcoolismo e diabetes. A síndrome da imunodeficiência adquirida foi a principal causa básica em cerca de três quintos das mortes em que a tuberculose foi informada como associada. A elevada percentagem de óbitos por causas mal definidas, e os baixos números de causas informadas por declaração de óbito e de tuberculose como causa associada levam a pressupor certa subestimação de mortes relacionadas à tuberculose. Conclusão: O estudo mostra que os coeficientes de mortalidade relacionados à tuberculose, calculados pelo número de causas básicas bem como pelo total de suas menções nas declarações de óbito, são os maiores do país. A vigilância epidemiológica das mortes ocorridas, preconizada como medida para orientar as atividades do programa de controle da tuberculose, deve ser efetivada.

 


Palavras-chave: Tuberculose/mortalidade; Síndrome da imunodeficiência adquirida; Causas múltiplas de morte; Brasil

 

13 - Evolução da mortalidade por tuberculose em Fortaleza (CE), entre 1980 e 2001

Evolution of tuberculosis-related mortality in Fortaleza, Brazil from 1980 to 2001

Mônica Cardoso Façanha

J Bras Pneumol.2006;32(6):553-558

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar a evolução da mortalidade específica por tuberculose, e sua tendência em relação ao sexo e à faixa etária em Fortaleza (CE). Métodos: Trata-se de um estudo descritivo de dados secundários, em que se incluíram todos os óbitos por tuberculose de residentes em Fortaleza, computados entre 1980 e 2001 e informados ao Ministério da Saúde através do Sistema de Informação em Mortalidade. O comportamento da mortalidade por tuberculose foi comparado com o da mortalidade geral e por doenças infecciosas. As tendências dos coeficientes de mortalidade geral e por tuberculose padronizados e não padronizados segundo idade e sexo foram calculadas para o período. Resultados: As tendências dos coeficientes de mortalidade geral e por tuberculose foram decrescentes. O coeficiente de mortalidade teve tendência decrescente em crianças e adolescentes de zero a 19 anos (y = -0,0906x + 2,5133), em adultos de 20 a 59 anos (y = -0,414x + 12,29) e nos indivíduos com 60 anos e mais (y = -1,2494x + 40,289), bem como nos sexos masculino ((y = -0,3175x + 10,971) e feminino (y = -0,1933x + 6,8051). Conclusão: O coeficiente de mortalidade por tuberculose ainda se encontra elevado embora com tendência decrescente.

 


Palavras-chave: Tuberculose/mortalidade; Sistemas de informação, Prevalência

 

14 - O controle de comunicantes de tuberculose no programa de controle da tuberculose em um município de médio porte da Região Sudeste do Brasil, em 2002

Investigation of tuberculosis contacts in the tuberculosis control program of a medium-sized municipality in the southeast of Brazil in 2002

Cláudia Eli Gazetta, Antônio Ruffino Netto, José Martins Pinto Neto, Maria de Lourdes Sperli Geraldes Santos, Maria Rita de Cássia Oliveira Cury, Silvia Helena Figueiredo Vendramini, Tereza Cristina Scatena Villa

J Bras Pneumol.2006;32(6):559-565

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Este estudo tem o objetivo de descrever as ações de controle dos comunicantes de tuberculose no Programa de Controle da Tuberculose do Município de São José do Rio Preto (SP), em 2002. Métodos: Estudo descritivo, utilizando dados secundários do Sistema de Informação de Notificação de Tuberculose, prontuários e planilhas de registros do programa de controle da tuberculose. Resultados: Estavam inscritos no programa 166 comunicantes intradomiciliares de tuberculose em 2002, sendo 82 do sexo masculino e 84 do feminino, com maior incidência de casos na faixa etária de 15 e 59 anos (70%); 42 tinham entre 0 e 19 anos (25,3%), 73 entre 20 e 49 anos (44%), e 44 tinham 50 anos ou mais (25,5%). Quanto ao grau de parentesco, 41 eram filhos, 29 companheiros, 22 irmãos e 15 mães do paciente índice. Com relação aos exames solicitados, observou-se que: 12% realizaram baciloscopia e/ou cultura; 100% realizaram radiografia de tórax, e destes, 2 apresentaram suspeita de tuberculose pulmonar e 5 outras afecções; 7,2% realizaram prova tuberculínica, com 4,2% de não reatores e 1,2% com enduração igual a 8 mm. Dos comunicantes examinados, 3 tiveram a doença detectada (1,8%). Conclusão: O serviço mostrou que não há uma sistematização em relação ao monitoramento do controle dos comunicantes de pacientes com tuberculose.

 


Palavras-chave: Tuberculose/mortalidade; Sistemas de informação, Prevalência

 

15 - Ocorrência de tuberculose em um hospital psiquiátrico do interior de Goiás

Tuberculosis in a Psychiatric Hospital in the state of Goiás, Brazil

Hindenburg Cruvinel Guimarães da Costa, Ana Carolina Malaspina, Fernando Augusto Fiúza de Mello, Clarice Queico Fujimura Leite

J Bras Pneumol.2006;32(6):566-572

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Investigar a prevalência de infecção, doença e eventual surto institucional de tuberculose em um hospital psiquiátrico empregando teste tuberculínico, pesquisa de micobactéria em material da árvore respiratória e técnica de rastreamento molecular baseada na seqüência IS6110. Métodos: Durante o período de fevereiro a agosto de 2002, foi realizado teste tuberculínico entre os 74 internos e os 31 funcionários de um hospital psiquiátrico na Cidade de Rio Verde (GO), pesquisa de Mycobacterium tuberculosis em material da árvore respiratória dos pacientes e estudo do perfil genético pelo método restriction fragment length polymorphism - IS6110. Resultados: Micobactérias foram isoladas de 5 pacientes analisados (6,8 %), sendo em quatro M. tuberculosis e em um M. chelonae. Os isolados de M. tuberculosis foram sensíveis a isoniazida e rifampicina e, através da técnica restriction fragment length polymorphism - IS6110, apresentaram perfis genéticos únicos, totalmente distintos uns dos outros, indicando que os casos de tuberculose encontrados eram decorrentes de reativação endógena, não sendo possível caracterizá-los como um surto institucional. Através da realização do teste tuberculínico em dois passos nos pacientes, verificaram-se taxas de infecção de 23% e 31%. Entre os funcionários a taxa foi de 42%, não tendo sido realizada entre estes a repetição do teste. Conclusão: Os resultados indicaram uma incidência considerável de tuberculose infecção entre os pacientes e funcionários, sendo também elevada a ocorrência de tuberculose doença entre os pacientes.

 


Palavras-chave: Tuberculose/epidemiologia; Mycobacterium tuberculosis; Hospitais psiquiátricos; Teste tuberculinico;

 

Artigo de Revisão

16 - A influência da genética na dependência tabágica e o papel da farmacogenética no tratamento do tabagismo

The influence of genetics on nicotine dependence and the role of pharmacogenetics in treating the smoking habit

José Miguel Chatkin

J Bras Pneumol.2006;32(6):573-579

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Mesmo com os esforços intensivos para o controle do tabagismo nas últimas décadas, uma proporção substancial de pessoas inicia a fumar ou mantém-se fumando apesar do pleno conhecimento dos malefícios do hábito. Os estudos têm focado atualmente as bases genéticas da adição nicotínica. O tabagismo tem sido associado a vários polimorfismos genéticos, mas os fatores ambientais também devem ser enfatizados. Esta revisão apresenta alguns dos principais dados disponíveis dos estudos genéticos sobre o comportamento tabágico. Esta linha de pesquisa poderá, no futuro, ajudar os clínicos a individualizar o tipo, a dosagem e a duração do tratamento da dependência tabágica, conforme o genótipo de cada fumante, maximizando a eficácia do esquema proposto.

 


Palavras-chave: Tabagismo; Abandono do uso do tabaco; Nicotina; Transtorno por uso de tabaco

 

17 - Funcionalidade do paciente com doença pulmonar obstrutiva crônica e técnicas de conservação de energia

Functionality of patients with chronic obstructive pulmonary disease: energy conservation techniques

Marcelo Velloso, José Roberto Jardim

J Bras Pneumol.2006;32(6):580-586

Resumo PDF PT PDF EN English Text

A doença pulmonar obstrutiva crônica é progressiva, debilitante e diagnosticada após longa história de piora gradual. A dispnéia é o sintoma que mais interfere na execução das atividades profissionais, familiares, sociais e da vida diária dos pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica, levando-os ao sedentarismo e à queda na qualidade de vida. O objetivo deste artigo é abordar as limitações funcionais a que esses pacientes estão sujeitos, durante a realização de suas atividades da vida diária, e orientações para que os profissionais da saúde possam cuidar desses pacientes a fim de que obtenham uma maior funcionalidade. As orientações sobre o uso das técnicas de conservação de energia vêm sendo utilizadas nos programas de reabilitação pulmonar e também deveriam ser difundidas nos ambulatórios e hospitais. As atividades funcionais humanas envolvem as pernas e os braços, sendo estes últimos utilizados extensivamente para realizar atividades simples e complexas do cotidiano. Alguns estudos mostraram que os exercícios de braço não sustentados causam assincronia toracoabdominal e dispnéia em tempo mais curto e com menor consumo de oxigênio quando comparados com os exercícios de pernas. Tarefas simples podem apresentar consumo de oxigênio e ventilação minuto altos, justificando a sensação de dispnéia relatada pelos pacientes. Devido a isso, é conveniente adotar uma avaliação do impacto da incapacidade sobre a vida diária dos pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica. São discutidas e indicadas as técnicas de conservação de energia apropriadas como ferramenta para minimizar o desconforto desses pacientes.

 


Palavras-chave: Doença pulmonar obstrutiva crônica/reabilitação; Atividades cotidianas; Metabolismo energético;

 

Relato de Caso

18 - Associação de bronquiolite obliterante pós-infecciosa e hemossiderose pulmonar na infância

Postinfectious bronchiolitis obliterans accompanied by pulmonary hemosiderosis in childhood

Leonardo Araújo Pinto, Anick Oliveira, Sintia Collaziol, Paulo Márcio Pitrez, Marcus Jones, João Carlos Prolla, Marisa Dolhnikoff, Renato T. Stein

J Bras Pneumol.2006;32(6):587-591

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Descreve-se uma apresentação rara de bronquiolite obliterante associada a hemossiderose pulmonar, em paciente de nove anos com sintomas respiratórios persistentes iniciados após episódio de bronquiolite aguda grave aos sete meses. Após o episódio agudo, apresentou sintomas respiratórios persistentes, piorando significativamente aos sete anos, quando começou a apresentar dificuldade respiratória em pequenos esforços. A tomografia computadorizada de tórax demonstrou achados compatíveis com bronquiolite obliterante. A biópsia pulmonar a céu aberto demonstrou numerosos macrófagos corados com hemossiderina, além dos achados compatíveis com bronquiolite obliterante. O diagnóstico de hemossiderose pulmonar pode estar ocasionalmente associado a bronquiolite obliterante em crianças com seqüela pós-viral grave.

 


Palavras-chave: Lavagem broncoalveolar; Bronquiolite obliterante; Hemossiderose; Relatos de casos [Tipo de publicação]

 

19 - Nocardiose pulmonar e cutânea em paciente usuário de corticosteróide

Pulmonary and cutaneous nocardiosis in a patient treated with corticosteroids

Bruno Guedes Baldi, Alfredo Nicodemos Cruz Santana, Teresa Yae Takagaki

J Bras Pneumol.2006;32(6):592-595

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Nocardiose é a infecção localizada ou disseminada causada por bactérias gram positivas do gênero Nocardia. Acomete mais freqüentemente pulmão, pele e sistema nervoso central. Ocorre principalmente em indivíduos com deficiência de imunidade celular e deve ser investigada principalmente quando se tem associação de manifestações respiratórias, cutâneas e neurológicas nesse grupo de pacientes. Relata-se um caso de nocardiose pulmonar e cutânea em paciente usuário de corticosteróide oral para tratamento de bronquiolite obliterante com pneumonia em organização idiopática, que evoluiu com melhora clínico-radiológica após tratamento prolongado com sulfametoxazol-trimetoprim.

 


Palavras-chave: Nocardiose; Pneumopatias; Bronquiolite obliterante; Corticosteróides; Relatos de casos [Tipo de publicação]

 

20 - Pneumonia lipóide exógena: importância da história clínica no diagnóstico

Exogenous lipoid pneumonia: importance of clinical history to the diagnosis

Alfredo Pereira Leite de Albuquerque Filho

J Bras Pneumol.2006;32(6):596-598

Resumo PDF PT PDF EN English Text

A pneumonia lipóide é uma doença rara, resultante da microaspiração de formulações lipídicas. Para seu diagnóstico, o grau de suspeição clínica deve ser elevado. Relata-se o caso de uma mulher com passado de câncer de mama, apresentando dispnéia e tosse progressivas e infiltrado pulmonar bilateral na radiografia. A suspeita de linfangite carcinomatosa com indicação de quimioterapia foi questionada por achados não usuais na tomografia computadorizada de alta resolução e história de ingestão crônica de laxantes contendo óleo mineral. A biópsia pulmonar confirmou pneumonia lipóide, que deve ser considerada em pacientes com pneumopatia difusa e exposição a potenciais agentes causadores.

 


Palavras-chave: Pneumonia lipóide; Tomografia computadorizada por raios x; Óleo mineral; Relatos de Casos

 

21 - Quilotórax espontâneo associado a atividade física leve

Spontaneous chylothorax associated with light physical activity

José Carlos Miranda Torrejais, Carolina Borges Rau, João Adriano de Barros, Márcia Miranda Torrejais

J Bras Pneumol.2006;32(6):599-602

Resumo PDF PT PDF EN English Text

O quilotórax ocorre quando há ruptura, laceração ou obstrução do ducto torácico, com liberação de quilo no espaço pleural. Pode acontecer em malformações linfáticas congênitas, linfomas, tumores de mediastino, doenças infecciosas, procedimentos cirúrgicos, traumas automobilísticos, ou ser idiopático. Apresenta sinais clínicos de dispnéia, hipotensão, edema generalizado e cianose. O diagnóstico geralmente é feito por toracocentese e o tratamento é conservador. O quilotórax espontâneo é uma condição incomum de derrame pleural, e somente é hipótese diagnóstica após a exclusão das demais causas. Descrevemos um caso de quilotórax espontâneo associado a atividade física leve em academia de ginástica.

 


Palavras-chave: Quilotórax; Derrame pleural; Atividade motora; Relato de Casos [Tipo de publicação]

 

Cartas ao Editor

22 - Dispositivos intra-traqueais: próteses ou órteses?

Intratracheal stent: prosthesis or orthesis?

Ricardo Mingarini Terra, Helio Minamoto, Fabio Biscegli Jatene

J Bras Pneumol.2006;32(6):606-607

PDF PT PDF EN English Text


Índice Remissivo de Assuntos

23 - Índice Remissivo de Assuntos do V.32 (1-6)

J Bras Pneumol.2006;32(6):608-611

PDF PT


Palavras-chave:

 

Índice Remissivo de Autores

24 - Índice Remissivo de Autores V.32 (1-6)

J Bras Pneumol.2006;32(6):612-615

PDF PT


Relação de Revisores

26 - Revisores

J Bras Pneumol.2006;32(6):616-618

PDF PT


 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1