Jornal Brasileiro de Pneumologia

ISSN (on-line): 1806-3756

ISSN (impressa): 1806-3713

SCImago Journal & Country Rank
Busca avançada

Ano 2009 - Volume 35  - Número 1  (/Janeiro)






Editorial

Artigo Original

2 - Prevalência de asma em escolares e adolescentes em um município na região da Amazônia brasileira

Prevalence of asthma in children and adolescents in a city in the Brazilian Amazon region

Antonia Maria Rosa, Eliane Ignotti, Sandra de Souza Hacon, Hermano Albuquerque de Castro

J Bras Pneumol.2009;35(1):7-13

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Analisar a prevalência de asma e seus sintomas em estudantes de duas faixas etárias específicas, residentes no município de Tangará da Serra, Mato Grosso. Métodos: Estudo transversal de base populacional da prevalência de asma em escolares de 6-7 anos de idade e em adolescentes de 13-14 anos, utilizando o questionário padronizado e validado para uso no Brasil do International Study of Asthma and Allergies in Childhood, fase 1. Foram considerados como asmáticos aqueles estudantes que responderam afirmativamente à questão 2 (presença de sibilância nos últimos 12 meses). Resultados: Participaram da pesquisa 3.362 estudantes, dos quais 1.634 (48,6%) eram escolares e 1.728 (51,4%) eram adolescentes. Entre os 1.634 escolares, 816 (49,9%) eram do gênero masculino e 818 (50,1%) do feminino. Entre os 1.728 adolescentes, 773 (45,0%) eram do gênero masculino e 955 (55,0%) do feminino. A prevalência de asma entre os escolares foi de 25,2%, enquanto que entre os adolescentes esta foi de 15,9% (χ2 = 8,34; p = 0,00). Os escolares apresentaram maiores prevalências dos seguintes sintomas de asma do que os adolescentes: sibilância alguma vez na vida (54,3%), tosse seca noturna (43,9%), sibilância nos últimos 12 meses (25,2%), e de 1 a 3 crises de sibilância nos últimos 12 meses (19,1%). Quanto ao diagnóstico médico de asma, não houve diferença entre os dois grupos (aproximadamente 4,5%). Não foi verificada diferença estatisticamente significante na prevalência de asma entre os gêneros nos dois grupos. ­Conclusões: Tangará da Serra apresenta elevada prevalência de asma entre escolares e adolescentes, resultado compatível com estudos realizados no Brasil e na América Latina utilizando a mesma metodologia.

 


Palavras-chave: Asma/epidemiologia; Criança; Asma em Adolescente.

 

3 - Aplicação terapêutica da ventilação colateral com drenagem pulmonar no tratamento do enfisema pulmonar difuso: relato dos três primeiros casos

Therapeutic application of collateral ventilation with pulmonary drainage in the treatment of diffuse emphysema: report of the first three cases

Roberto Saad Junior, Vicente Dorgan Neto, Marcio Botter, Roberto Stirbulov, Jorge Henrique Rivaben, Roberto Gonçalves

J Bras Pneumol.2009;35(1):14-19

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Relatar os resultados obtidos no pré- e pós-operatório de três pacientes portadores de enfisema pulmonar difuso grave, empregando uma nova técnica: ventilação colateral com drenagem do parênquima pulmonar. Métodos: Para a avaliação da drenagem pulmonar, foram selecionados pacientes que já haviam sido submetidos à terapêutica clínica máxima, incluindo a reabilitação pulmonar, e que ainda assim sofriam de falência respiratória com dispnéia incapacitante. Os pacientes foram submetidos, no pré- e no pós operatório, à pletismografia e ao teste da caminhada de seis minutos, assim como responderam aos seguintes questionários de qualidade de vida: Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey, Saint George's Respiratory Questionnaire, Eastern Cooperative Oncology Group Performance Status e Medical Research Council Scale. Todos os pacientes tiveram seguimento de no mínimo 300 dias de pós-operatório. Os testes foram realizados no pré-operatório, entre 30 e 40 dias de pós-operatório e após 300 dias de pós-operatório. Os dados foram analisados pelo método de gráficos de perfis de médias. Resultados: Quando comparados os resultados do pré-operatório com os do pós-operatório nos dois momentos, verificou-se que houve melhora em todos os parâmetros estudados. Conclusões: Os resultados sugerem que a técnica operatória proposta para o tratamento de doentes portadores de enfisema pulmonar difuso grave foi capaz de diminuir os sintomas debilitantes destes pacientes, tornando sua qualidade de vida muito melhor.

 


Palavras-chave: Enfisema pulmonar; Pneumopatias obstrutivas; Pulmão hipertransparente.

 

4 - Influência da massa magra corporal nas repercussões cardiopulmonares durante o teste de caminhada de seis minutos em pacientes com DPOC

Influence of lean body mass on cardiopulmonary repercussions during the six-minute walk test in patients with COPD

Nilva Regina Gelamo Pelegrino, Paulo Adolfo Lucheta, Fernanda Figueirôa Sanchez, Márcia Maria Faganello, Renata Ferrari, Irma de Godoy

J Bras Pneumol.2009;35(1):20-26

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: A massa magra corporal (MMC) tem sido associada à mortalidade em pacientes com DPOC, mas seu impacto na limitação funcional é pouco conhecido. O objetivo deste trabalho foi analisar as variáveis cardiopulmonares em pacientes com DPOC, com ou sem depleção da MMC, antes e após a realização do teste de caminhada de seis minutos (TC6). Métodos: Foram avaliados pacientes com DPOC, 36 sem depleção de MMC e 32 com depleção de MMC. Todos os pacientes foram submetidos à avaliação clínica, espirometria, avaliação da composição da massa corpórea e TC6 e responderam a questionários de qualidade de vida e de percepção de dispnéia. Resultados: Não foram observadas diferenças significativas na gravidade de obstrução das vias aéreas, na percepção da dispnéia e na qualidade de vida entre os grupos. A distância percorrida no TC6 foi similar nos pacientes com DPOC com e sem depleção de MMC (470,3 ± 68,5 m vs. 448,2 ± 89,2 m). Entretanto, durante a realização do teste, os pacientes com depleção de MMC apresentaram aumento significativamente maior na diferença entre os valores final e basal da frequência cardíaca e do índice da escala de Borg para cansaço dos membros inferiores. A distância percorrida no TC6 apresentou correlação significativa positiva com o VEF1 (r = 0,381; p = 0,01). Conclusões: Não houve influência da depleção da MMC na capacidade funcional de exercício e na qualidade de vida dos pacientes estudados. Entretanto, os pacientes com depleção de MMC apresentam sintomas de fadiga dos membros inferiores mais acentuados durante o TC6, o que reforça a importância da avaliação e tratamento das manifestações sistêmicas da DPOC.

 


Palavras-chave: Índice de massa corporal; Doença pulmonar obstrutiva crônica; Tolerância ao exercício.

 

5 - Percepção da gravidade da doença em pacientes adultos com fibrose cística

Perception of disease severity in adult patients with cystic fibrosis

Paulo de Tarso Roth Dalcin, Greice Rampon, Lílian Rech Pasin, Sinara Corrêa Becker, Gretchem Mesquita Ramon, Viviane Ziebell de Oliveira

J Bras Pneumol.2009;35(1):27-34

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar a percepção da gravidade da doença em pacientes com fibrose cística (FC), investigando sua relação com escore clínico, escore radiológico, testes de função pulmonar, adesão ao tratamento e percepção de autocuidado. Métodos: Estudo transversal, prospectivo, envolvendo pacientes com FC atendidos em um programa para adultos com FC. A percepção da gravidade da doença, a adesão ao tratamento e o relato de autocuidado foram avaliados por questionários. Foram obtidos de todos os pacientes dados clínicos, escore clínico de Shwachman-Kulczycki, escore radiológico de Brasfield e espirometria. Resultados: De 38 pacientes estudados, 3 (7,9%) relataram percepção de sua saúde como muito abaixo da média; 5 (13,2%), como abaixo da média; 15 (39,5%), como na média; 10 (26.3%), como acima da média; e 5 (13,2%), como muito acima da média. A percepção da gravidade da doença correlacionou-se significativamente com o escore clínico (r = 0,43, p = 0,007), CVF (r = 0,34, p = 0,034), VEF1 (r = 0,38, p = 0,019) e com relato de autocuidado (r = 0,33, p = 0,044), mas não com o grau de adesão (r = -0,03, p = 0,842) e escore radiológico (r = 0,33, p = 0,51). Conclusões: A percepção da gravidade da doença se relacionou com medidas objetivas de gravidade da doença (escore clínico e testes de função pulmonar) e com relato de autocuidado, mas não com a adesão ao tratamento.

 


Palavras-chave: : Índice de gravidade de doença; Fibrose cística; Cooperação do paciente; Testes de função pulmonar.

 

6 - Deposição pulmonar de tobramicina inalatória antes e após fisioterapia respiratória e uso de salbutamol inalatório em pacientes com fibrose cística colonizados por Pseudomonas aeruginosa

Pulmonary deposition of inhaled tobramycin prior to and after respiratory therapy and use of inhaled albuterol in cystic fibrosis patients colonized with Pseudomonas aeruginosa

Milena Baptistella Grotta, Elba Cristina de Sá Camargo Etchebere, Antonio Fernando Ribeiro, Juliana Romanato, Maria Ângela Gonçalves de Oliveira Ribeiro, José Dirceu Ribeiro

J Bras Pneumol.2009;35(1):35-43

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Avaliar se a fisioterapia respiratória seguida do uso de salbutamol inalatório modifica a deposição pulmonar de tobramicina inalatória em pacientes com fibrose cística (FC) e se a deposição pulmonar apresenta correlação com a gravidade da doença ou com o genótipo. Métodos: Um estudo prospectivo foi realizado com pacientes com FC maiores de 6 anos e colonizados por Pseudomonas aeruginosa. Os critérios de exclusão foram exacerbação pulmonar, mudança terapêutica entre as fases do estudo e FEV1 < 25%. Todos os pacientes foram submetidos à cintilografia pulmonar com câmara de cintilação com um colimador low energy all purpose para avaliar a penetração da droga após a inalação de tobramicina marcada com tecnécio (99mTc-tobramicina), e à perfusão pulmonar com 99mTc-macroagregados de albumina (fase 1). Após um mês, foi realizado o mesmo procedimento precedido de fisioterapia respiratória e administração de salbutamol inalatório (fase 2). Resultados: Foram incluídos 24 pacientes (12 masculinos) com idade variando de 5 a 27 anos (média ± dp: 12,85 ± 6,64 anos). O escore de Shwachman (ES) foi excelente/bom em 8 pacientes, moderado/regular em 8 e grave em 0. A genotipagem revelou que 7 pacientes eram ΔF508 homozigotos, 13 eram ΔF508 heterozigotos, e 4 apresentavam outras mutações. A deposição pulmonar da tobramicina foi menor na fase 2 em todos os pacientes, sendo menor nos pacientes com ES moderado/regular (p = 0,017) e também nos heterozigotos (p = 0,043). Conclusões: O uso de uma técnica de fisioterapia respiratória e a administração de salbutamol inalatório imediatamente antes do uso de tobramicina inalada diminuem a deposição pulmonar desta última em pacientes com FC, e esta redução tem correlação com a gravidade da doença e genótipo.

 


Palavras-chave: Fibrose cística; Tobramicina; Terapia respiratória; Albuterol; Cintilografia.

 

7 - Prevalência de benefícios de seguridade social temporários devido a doença respiratória no Brasil

Prevalence of temporary social security benefits due to respiratory disease in Brazil

Simone de Andrade Goulart Ildefonso, Anadergh Barbosa-Branco, Paulo Rogério Albuquerque-Oliveira

J Bras Pneumol.2009;35(1):44-53

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Determinar a prevalência dos benefícios temporários do tipo auxílio-doença, devido a doença respiratória, concedidos aos trabalhadores empregados, bem como os dias de trabalho perdidos e custos decorrentes destes no Brasil entre 2003 e 2004. Métodos: Estudo transversal com dados obtidos do Sistema Único de Benefícios do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) e do Cadastro Nacional de Informações Sociais. Foram compilados dados sobre o sexo, idade, diagnóstico, ramo de atividade econômica, espécie, duração e custo dos benefícios. ­Resultados: As doenças respiratórias representaram 1,3% do total de benefícios auxílio-doença concedidos pelo INSS, com um coeficiente de prevalência de 9,92 (por 10.000 vínculos). As mulheres e as faixas etárias acima de 50 anos foram mais acometidas. Os benefícios previdenciários foram mais frequentes que aos acidentários. As doenças mais prevalentes foram pneumonia, asma, DPOC e doenças das cordas vocais e da laringe. Os ramos de atividade econômica mais prevalentes foram fabricação de outros equipamentos de transporte, fabricação de produtos do fumo e atividades de informática e conexas. A média da duração dos benefícios foi de 209,68 dias, com custo médio de R$ 4.495,30 por benefício. As doenças respiratórias por agentes exógenos demandaram maiores tempo de afastamento (média, 296,72 dias) e custo (média, R$ 7.105,74). Conclusões: As doenças mais prevalentes foram as das vias aéreas e as pneumonias. Os trabalhadores da fabricação de outros equipamentos de transporte, indústria do fumo e da atividade de informática foram os mais incapacitados. As doenças por agentes exógenos demandaram maior custo e duração.

 


Palavras-chave: Doenças respiratórias; Licença médica; Trabalho, Indenização aos trabalhadores; Previdência social.

 

8 - Evolução clínica de um grupo de pacientes com TB multirresistente atendidos em um centro de referência na cidade do Rio de Janeiro

Clinical evolution of a group of patients with multidrug-resistant TB treated at a referral center in the city of Rio de Janeiro, Brazil

Helio Ribeiro de Siqueira, Flávia Alvim Dutra de Freitas, Denise Neves de Oliveira, Angela Maria Werneck Barreto, Margareth Pretti Dalcolmo, Rodolpho Mattos Albano

J Bras Pneumol.2009;35(1):54-62

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Analisar as características clínicas e a evolução de um grupo de pacientes com culturas de escarro positivas para Mycobacterium tuberculosis multirresistente (MR) e tratados em um centro de referência no município do Rio de Janeiro. Métodos: A partir dos resultados de M. tuberculosis MR em culturas de escarro, foram selecionados 50 pacientes cujos dados clínicos foram obtidos através do Banco de Dados TBMR do Ministério da Saúde. Foram considerados a frequência de abandono, as recidivas, as falências e os tratamentos prévios para TB até o diagnóstico de TBMR. O padrão radiológico foi classificado em uni- ou bilateral, e cavitário ou não. Dois anos após o término do tratamento padronizado para TBMR, o desfecho (cura, falência, abandono ou óbito) de cada paciente foi avaliado e repetido a cada dois anos. O período de seguimento foi de oito anos após o tratamento. Resultados: A média do número de tratamentos prévios foi de 2,3 ± 0,9. O tempo médio entre o diagnóstico inicial e o desenvolvimento de TBMR foi de 2 ± 1,7 anos. Após dois anos do tratamento inicial para TBMR houve 2 abandonos, 8 óbitos, 18 curas e 22 falências. A análise bivariada mostrou que o comprometimento pulmonar bilateral e o padrão cavitário reduziram acentuadamente a chance de cura, com risco relativo de 1-0,6 (40%) e 1-0,7 (30%), respectivamente. Ao final do seguimento, houve 2 abandonos, 9 falências, 17 curas e 22 óbitos. Conclusões: O comprometimento pulmonar bilateral e lesões cavitárias reduziram a possibilidade de cura dos pacientes com TBMR. A maioria dos pacientes com falha de tratamento evoluiu para óbito no período de 8 anos.

 


Palavras-chave: Tuberculose resistente a múltiplos medicamentos; Resultado de tratamento; Sobrevivência livre de doença; Recusa do paciente ao tratamento; Falha de tratamento.

 

9 - Prevalência de TB ativa e TB latente em internos de um hospital penal na Bahia

Prevalence of active and latent TB among inmates in a prison hospital in Bahia, Brazil

Antônio Carlos Moreira Lemos, Eliana Dias Matos, Carolina Nunes Bittencourt

J Bras Pneumol.2009;35(1):63-68

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: Estimar as prevalências de TB latente e TB ativa entre custodiados de um hospital penal na Bahia. Métodos: Foram avaliados através de estudo de corte transversal com coleta prospectiva de dados 237 internos no Hospital Penal da Bahia entre julho de 2003 e abril de 2004. Um questionário padronizado foi preenchido por estudantes de medicina. Os indivíduos foram sistematicamente submetidos aos seguintes exames: teste tuberculínico, radiografia de tórax em incidência póstero-anterior, baciloscopia e cultura para micobactérias. Os eventos de interesse foram TB ativa e TB latente. Resultados: A média de idade foi de 36,6 anos, sendo 89,9% homens. Tabagismo e alcoolismo foram relatados por 70.0% e 43.9% dos internos, respectivamente. História de tratamento para TB foi relatada por 11,3% dos indivíduos. Dos internos avaliados, 36,3% relataram tosse e 31,4%, expectoração. Outros sintomas menos frequentemente referidos foram astenia (26,2%), perda de peso (23,1%), inapetência (17,7%), febre (11,3%) e hemoptise (6,7%). Nenhum dos 86 internos testados apresentou sorologia anti-HIV positiva. Entre os 156 submetidos ao teste tuberculínico, a prevalência de TB latente foi de 61,5% (146 casos). Do total, 6 casos de TB ativa foram detectados (prevalência de 2,5%). A presença de tosse foi um determinante de TB ativa (razão de prevalência = 8,8; IC95%: 1,04-73,9; p = 0,025). Conclusões: A população de internos do Hospital Penal da Bahia tem altas prevalências de TB latente e ativa. Estes achados justificam a necessidade de implantação de políticas públicas especificamente direcionadas para o controle da TB nesta população

 


Palavras-chave: Tuberculose; Prisões; Hospitais; Prevalência.

 

Comunicação Breve

10 - Diseño y evaluación de un equipo para obtener aire espirado condensado

Design and evaluation of a device for collecting exhaled breath condensate

Oscar Florencio Araneda Valenzuela, Maria Paulina Salazar Encina

J Bras Pneumol.2009;35(1):69-72

Resumo PDF PT PDF EN English Text

El análisis de muestras de aire espirado condensado ha cobrado gran relevancia en los últimos años como método no invasivo de estudio de la fisiología y las enfermedades de origen pulmonar. En el presente trabajo se describe un equipo para tomar muestras de aire espirado condensado de bajo costo, fácil de fabricar, de transportar al terreno y que permite tomar muestras en forma simultánea. La concentración de metabolitos relativos a procesos inflamatorios y al daño oxidativo (pH, peróxido de hidrógeno y nitrito) de muestras de aire espirado condensado obtenido con este equipo son comparables a los reportados con otros previamente.

 


Palavras-chave: Espiración; Enfermedades pulmonares; Diseño de equipo.

 

Meta-análise

11 - As propriedades psicométricas do Teste de Fagerström para Dependência de Nicotina

Psychometric properties of the Fagerström Test for Nicotine Dependence

Izilda Carolina de Meneses-Gaya, Antonio Waldo Zuardi, Sonia Regina Loureiro, José Alexandre de Souza Crippa

J Bras Pneumol.2009;35(1):73-82

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Objetivo: O Fagerström Test for Nicotine Dependence (FTND, Teste de Fagerström para Dependência de Nicotina) é um instrumento de rastreamento para dependência física de tabaco, amplamente utilizado em diversos países. Objetivou-se realizar uma revisão de artigos relacionados às propriedades psicométricas do FTND. Métodos: Uma busca sistemática foi realizada usando-se vários indexadores eletrônicos até dezembro de 2007, com os seguintes descritores: "Fagerström Test for Nicotine Dependence"; "FTND"; "psychometric"; "validity"; "reliability"; "feasibility"; e "factors". Foram incluídos os artigos relacionados à avaliação das propriedades psicométricas do FTND publicados em inglês, espanhol e português. Resultados: Vinte e seis estudos relativos às propriedades psicométricas do FTND foram identificados na literatura indexada. A análise dos estudos confirmou a confiabilidade do FTND na avaliação da dependência de tabaco em diferentes contextos e populações. Conclusões: Futuros estudos de validação, utilizando como medida comparativa instrumentos aferidos, de modo a referendar o seu extenso uso pelas suas qualidades psicométricas ainda são necessários.

 


Palavras-chave: Transtorno por uso de tabaco; Psicometria; Tabaco; Reprodutibilidade dos testes.

 

Artigo de Revisão

12 - Tuberculose em profissionais de saúde: um novo olhar sobre um antigo problema

Tuberculosis in health professionals: a new perspective on an old problem

Ethel Leonor Noia Maciel, Thiago Nascimento do Prado, Juliana Lopes Fávero, Tiago Ricardo Moreira, Reynaldo Dietze

J Bras Pneumol.2009;35(1):83-90

Resumo PDF PT PDF EN English Text

Este artigo tem o objetivo de contribuir para o debate sobre a transmissão nosocomial da TB em profissionais de saúde em um país onde esta é endêmica. Verificamos que até 1900 não se aceitava que os profissionais envolvidos no cuidado de pacientes portadores de TB pudessem ser mais susceptíveis à infecção pelo bacilo que a população geral. Vários estudos entre 1920 e 1930 apresentaram achados significativos nas taxas de conversão do teste tuberculínico dos estudantes da área de saúde, mas a maioria dos clínicos continuava se recusando a reconhecer a suscetibilidade dos profissionais de saúde em relação à TB. Nos diferentes locais onde o cuidado ao paciente com TB foi implantado, os profissionais de saúde são descritos como uma população especialmente exposta ao risco de contrair a infecção e adoecer. É urgente que a comunidade científica e os trabalhadores de saúde se organizem, que se reconheçam como uma população sujeita ao risco de adoecimento, e que ações se efetivem no sentido de minimizar os riscos potenciais nos locais onde acontece o cuidado a pacientes com TB.

 


Palavras-chave: Tuberculose; Infecção hospitalar; Pessoal de saúde.

 

Relato de Caso

13 - Reoperação de tromboendarterectomia pulmonar em recidiva de tromboembolismo pulmonar crônico hipertensivo

Repeat pulmonary thromboendarterectomy after recurrence of chronic thromboembolic pulmonary hypertension

Walter José Gomes, Carlos Jogi Imaeda, João Alessio Perfeito, Petrúcio Abrantes Sarmento, Rodrigo Caetano Souza, Vicente Forte

J Bras Pneumol.2009;35(1):91-94

Resumo PDF PT PDF EN English Text

A cirurgia de tromboendarterectomia tem se estabelecido como método padrão de tratamento do tromboembolismo pulmonar crônico hipertensivo, com excelentes resultados. Entretanto, a reoperação na recidiva do embolismo pulmonar não tem relato na literatura nacional, permanecendo obscuras a sua segurança e efetividade. Relatamos o caso de uma paciente com recorrência de tromboembolismo pulmonar crônico hipertensivo ocorrido cinco anos após a primeira cirurgia de tromboendarterectomia pulmonar, e que necessitou de reoperação para resolução dos sintomas.

 


Palavras-chave: Hipertensão pulmonar; Embolia pulmonar; Endarterectomia/métodos.

 

14 - Aspergilose pulmonar necrotizante crônica

Chronic necrotizing pulmonary aspergillosis

Eduardo Felipe Barbosa Silva, Melânio de Paula Barbosa, Marco Antônio Alves de Oliveira, Rosane Rodrigues Martins, Jefferson Fontinele e Silva

J Bras Pneumol.2009;35(1):95-98

Resumo PDF PT PDF EN English Text

A aspergilose pulmonar necrotizante crônica é uma das formas de aspergilose pulmonar usualmente encontrada em pacientes com imunossupressão leve. Apresentamos o caso de uma paciente com queixas de tosse produtiva crônica, febre e astenia. Havia utilizado corticóides. A TC do tórax evidenciava consolidação com cavitação de permeio no lobo superior direito. A fibrobroncoscopia demonstrou secreção purulenta em árvore traqueobrônquica e lesão vegetante endobrônquica. Biópsias desta lesão e biópsia transbrônquica foram compatíveis com aspergilose. Diante do quadro clínico, radiológico e histopatológico, o diagnóstico de aspergilose pulmonar necrotizante crônica foi realizado. Tratada com itraconazol, a paciente apresentou boa evolução clínico-radiológica.

 


Palavras-chave: Aspergilose; Pneumopatias fúngicas; Itraconazol.

 

15 - Sequestro extralobar com hemotórax secundário a infarto pulmonar

Extralobar pulmonary sequestration with hemothorax secondary to pulmonary infarction

Darcy Ribeiro Pinto Filho, Alexandre José Gonçalves Avino, Suzan Lúcia Brancher Brandão

J Bras Pneumol.2009;35(1):99-102

Resumo PDF PT PDF EN English Text

O sequestro pulmonar é uma malformação incomum, representando 0,5-6% de todas as malformações pulmonares, sendo geralmente diagnosticado na infância. Dos dois tipos de sequestro pulmonar, intralobar e extralobar, este último é o menos freqüente. O presente relato descreve o caso de um paciente do sexo feminino, de 32 anos, com quadro de dor toracoabdominal e achados de radiografia e TC de tórax revelando consolidação e derrame pleural. A conduta inicial com toracocentese evidenciou hemotórax. A seqüência diagnóstica através da videotoracoscopia permitiu o diagnóstico de sequestro extralobar e a consequente conduta de conversão para toracotomia para ressecção da lesão com ligadura segura do pedículo vascular intercostal.

 


Palavras-chave: Sequestro broncopulmonar; Hemotórax; Infarto pulmonar.

 

 


O Jornal Brasileiro de Pneumologia está indexado em:

Latindex Lilacs SciELO PubMed ISI Scopus Copernicus pmc

Apoio

CNPq, Capes, Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia, Governo Federal, Brasil, País Rico é País sem Pobreza
Secretaria do Jornal Brasileiro de Pneumologia
SCS Quadra 01, Bloco K, Salas 203/204 Ed. Denasa. CEP: 70.398-900 - Brasília - DF
Fone/fax: 0800 61 6218/ (55) (61) 3245 1030/ (55) (61) 3245 6218
E-mails: jbp@jbp.org.br
jpneumo@jornaldepneumologia.com.br

Copyright 2017 - Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia

Logo GN1